MS

SEDE DO DETRAN-MS DISTRIBUI 180 SENHAS PARA ATENDIMENTO DIÁRIO A PARTIR DESTA QUARTA

A partir desta quarta-feira (15.04), o atendimento na sede do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) em Campo Grande passa a ser limitado, com a distribuição de 180 senhas, sendo 120 para assuntos referentes a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e 60 para veículos.

A informação foi repassada pela gerente regional do Departamento, Loretta Figueiredo e, segundo ela, a medida se faz necessária para evitar tumultos e aglomerações. “Foram dois dias bem cheios por aqui, as pessoas não entenderam ainda que muitos prazos estão interrompidos e que não há necessidade de procurar o órgão quando temos vários serviços oferecidos em formato digital. Dessa forma também evitamos que as pessoas fiquem aglomeradas e em pé, esperando por muito tempo”, afirmou.

De acordo com a gerente, cada senha terá um horário previsto para o atendimento. “Assim a pessoa se prepara, volta mais tarde e evita transtornos”, explicou.

O Departamento abriu as portas na última segunda-feira (13) após duas semanas de quarentena adotada a fim de evitar os avanços do novo coronavírus (Covid-19), em Mato Grosso do Sul. No entanto, os dois primeiros dias foram de muita procura e filas imensas, contrariando as orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde).

No primeiro dia o diretor-presidente, Rudel Trindade, chegou a dizer que pelo menos 90% das pessoas que aguardavam na fila não precisariam estar ali se adotassem a utilização do Detran Digital.

“Nossa plataforma é completa, temos muitos serviços disponíveis e convém lembrar que nossos prazos estão todos suspensos, não havendo necessidade de corre-corre às agências”, enfatizou Rudel.

O atendimento foi retomado apenas nos fáceis e na sede do Departamento, já que os shoppings centers precisam seguir a regulamentação de decretos do Executivo Municipal.

Essa semana o Governo do Estado passou a emitir alertas sobre a transmissão comunitária em Mato Grosso do Sul, que já tem quatro mortes e mais de 100 casos confirmados da doença.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo