Campo Grande

BARREIRAS SANITÁRIAS ABORDAM MAIS DE 21 MIL PESSOAS DURANTE FERIADO PROLONGADO

As barreiras sanitárias instaladas pela Prefeitura de Campo Grande nas principais entradas da cidade abordaram mais de 21 mil pessoas durante o feriado prolongado de Corpus Christi.

Conforme o balanço da Coordenadoria de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), do dia 11 ao dia 14 de junho, 10.023 veículos e 21.488 pessoas entraram na cidade passando pelas barreiras, onde é feita orientação do motorista e passageiros, avaliação de casos suspeitos e a desinfecção dos automóveis.

Trinta e seis pessoas foram submetidas à testagem que detecta os anticorpos IgM e IgG por apresentarem ou relataram sintomas recentes, como febre, dor de cabeça e coriza.

Destas, trinta e duas não apresentaram resultado reagente e quatro deram IgG positivo, o que significa que a pessoa já contraiu o vírus e não apresenta mais a sua forma ativa e, portanto, é considerada curada. Os quatro passageiros vieram dos municípios de Rio Brilhante (MS), Sidrolândia (MS), Presidente Prudente (SP) e Dourados (MS).

As barreiras sanitárias fixas estão em funcionamento desde o dia 08 de junho em pontos estratégicos das saídas para São Paulo, Sidrolândia e Três Lagoas, onde o fluxo de veículos vindo dos municípios do interior de Mato Grosso do Sul e de outros estados é mais intenso.  No acumulado, já foram 57.526 pessoas orientadas, 18.032 veículos abordados e 61 testes realizados. A previsão é de que o trabalho se estenda até o dia 22 de junho.

Abordagem

Ao passar pelo local, o motorista é abordado por profissionais da saúde, da Secretaria Municipal e voluntários, que aferem a temperatura corporal por meio de um termômetro digital infravermelho, informam e orientam a população sobre a prevenção da Covid-19. 

Caso a temperatura corporal esteja superior a 37,8ºC, a pessoa é convidada a realizar o teste rápido. O resultado sai entre 15 a 20 minutos. É feito ainda o preenchimento de um formulário onde a pessoa relata a presença ou não de outros sintomas, como dor de cabeça, tosse e coriza e informa se teve contato com caso positivo ou esteve recentemente em outros estado ou município. 

A ação acontece também em parceria com as 17 barreiras já instaladas nas fronteiras pelo Governo do Estado. A operação conta com apoio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Guarda Civil Metropolitana, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo