Câmara Municipal

Câncer infantojuvenil: fique atento aos sinais

Setembro vai se despedindo com o alerta a primeira causa de morte por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos, de acordo com o instituto nacional de câncer (inca): o câncer.

Médico voluntário no Centro de Tratamento de Oncologia Infantil (Cetoi), serviço de referência do Hospital Regional Rosa Pedrossian (HRMS) há 20 anos, o vereador Dr. Lívio (PSDB) chama atenção para os principais sintomas do câncer infantojuvenil: febre, vômito, manchas vermelhas nos olhos, palidez, ínguas pelo corpo.

“A criança geralmente não reclama de alguma dor ou incômodo à toa, então é preciso ficar atento aos sinais. quanto mais cedo o tratamento, maiores as chances de cura”, alerta Dr. Lívio encorajando as pessoas a divulgarem essas informações às suas redes de contato sempre que possível – não só agora no mês dedicado à causa, o chamado Setembro Dourado.

Os tumores mais frequentes na infância e na adolescência são as leucemias (que afetam os glóbulos brancos), os que atingem o sistema nervoso central e os linfomas (sistema linfático). Há também o retinoblastoma (câncer que afeta a retina, fundo do olho).

No retinoblastoma um sinal importante é o chamado “reflexo do olho do gato”, embranquecimento da pupila quando exposta à luz. Pode se apresentar, também, por meio de fotofobia (sensibilidade exagerada à luz) ou estrabismo (olhar vesgo). Geralmente acomete crianças antes dos três anos. Atualmente, a pesquisa desse reflexo pode ser feita desde a fase de recém-nascido.

Assessoria de Imprensa do Vereador 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo