ALMS

Em prestação de contas, Secretaria de Saúde informa gastos de R$ 639 milhões

Dados foram informados em audiência pública nesta seguda-feira

A Assembleia de Mato Grosso do Sul (ALEMS) recebeu a prestação de contas dos gastos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), relativos ao segundo quadrimestre de 2020 (maio a agosto). No período, o Governo do Estado empenhou R$ 639.797.680,73 – dos quais R$ 629.115.897,70 já foram pagos. Os dados foram informados durante audiência pública remota realizada nesta segunda-feira (23), a partir do Plenário Deputado Júlio Maia.

“Viemos prestar contas. Estamos vivendo um ano atípico, tendo em vista que a partir de janeiro já fomos alertados da pandemia que fez com que todos nós tivéssemos que lidar com a Covid-19. É uma tarefa bastante dura, mas o enfrentamento tem todo o apoio dos servidores da área de Saúde e do Governo do Estado”, destacou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

O titular da pasta falou sobre o apoio do Legislativo Estadual ao enfrentamento da doença por meio da destinação de emendas parlamentares e também por meio das legislações originadas na ALEMS. “É um apoio conjunto. Com essa aliança, podemos fazer um enfrentamento mais rigoroso”, afirmou Resende.

O presidente da Comissão de Saúde da ALEMS e proponente da audiência, deputado Antônio Vaz (Republicanos), ressaltou as ações desenvolvidas pelo Legislativo. “Nós temos trabalhado e dado atenção à saúde. A Assembleia abraçou a causa do combate ao coronavírus. É importante, nesse momento de dificuldade, estarmos unidos, trabalhando para ajudar nossa população”, disse o parlamentar.

A equipe da Secretaria de Estado de Saúde apresentou dados sobre a doença. No segundo quadrimestre, foram realizadas oficinas para implantação do Guia Orientador para o enfrentamento da pandemia na Rede de Atenção à Saúde.

O Guia Orientador aborda as ações e atividades que devem ser realizadas tanto na Atenção Primária em Saúde (APS) como na Atenção Ambulatorial Especializada (AAE) e na Atenção Hospitalar (AH). Foram realizadas cinco oficinas, contando com a participação de todas as macrorregiões de saúde.

No total, O Governo Estadual empenhou R$ 133.298.098,92 no combate ao coronavírus, somados os valores acumulados do primeiro e segundo quadrimestres.

Detalhamento do segundo quadrimestre

A coordenadora de planejamento da SES, Vanessa Prado, falou dos desafios enfrentados durante o segundo quadrimestre. “Além as ações de combate à Covid-19, também tivemos o desafio de fortalecer e consolidar a atenção primária à saúde; fortalecer e interiorizar as redes especializadas de atenção à saúde; expandir a telessaúde em MS; e enfrentar a falta de recursos humanos”, enumerou.

Segundo a especialista, foram adotadas diversas estratégias durante o período, entre elas parcerias de cooperação técnica qualificação, formação e capacitação dos profissionais de saúde; apoio técnico e financeiro aos municípios; e implementação e organização da assistência especializada e hospitalar, por meio das Redes de Atenção à Saúde.

Foram destacadas ações nas áreas de saúde bucal, saúde prisional, saúde do homem e da mulher, além de saúde indígena. Também foram reportadas as atividades realizadas no controle de vetores.

Segundo os dados, houve aquisição de equipamentos para atender os municípios no combate ao Aedes aegypti. No total, os Agentes de Endemias dos municípios receberam R$ 4.391.466,05 de repasse por meio do Incentivo Estadual para Fortalecimento das Vigilâncias em Saúde.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo