MSNoticias

Com quase mil voluntários na semana do doador, Hemosul reforça doação frequente

“A resposta do público foi muito positiva durante a semana. Esperamos que esse movimento se mantenha ao longo do mês de dezembro e também em 2021

A semana nacional do doador de sangue movimentou o Hemosul Coordenador de Campo Grande que recebeu entre os dias 23 a 28 de novembro com registro de quase mil voluntários que atenderam o chamado, cerca de 165 doadores por dia.

“A resposta do público foi muito positiva durante a semana. Esperamos que esse movimento se mantenha ao longo do mês de dezembro e também em 2021. Precisamos que os doadores venham de forma regular e frequente para que tenhamos estoque suficiente sempre”, pontua a coordenadora geral da Rede Hemosul, Marli Vavas.

Ao longo do ano a pandemia provocou a queda de 40% nas doações de sangue e a instituição reforça que as unidades tanto da Capital quanto do interior do Estado, tem seguido todos os protocolos voltados à prevenção da Covid.

Natural de Jardim, Karoline Gaudioso de Oliveira de 24 anos, mudou para Campo Grande após se casar. Incentivada pelo esposo Gabriel que doa com frequência, ela aproveitou a semana do doador para também praticar o gesto e fazer parte do banco nacional de doadores de medula óssea. “É muito satisfatório saber que a gente está ajudando a salvar vidas. Pretendo doar sempre”.

A campanha “Somos Todos do Mesmo Sangue” uniu 17 hemocentros do Brasil numa ação de agradecimento e incentivo a doação de sangue com monumentos iluminados, artistas embaixadores e parceiros que atuam como multiplicadores.

O embaixador de Mato Grosso do Sul foi o cantor Michel Teló, os monumentos iluminados foram o Monumento das Araras, os Tuiuiús do Aeroporto e torre da TV Morena, e de acordo com o Hemosul a imprensa também teve papel fundamental junto com as equipes dos hemocentros, e os voluntários foram os protagonistas da ação.

Demanda

Apesar do movimento positivo na semana passada, o Hemosul iniciou a segunda-feira (30) com estoque baixo para alguns tipos sanguíneos. O tipo O- está com 31% do estoque estratégico, o B+ está com apenas 22%, e o O+ e A+ que estão abaixo do esperado.

A reposição é importante pois o Hemosul atende unidades de urgência e emergência de todo Estado.

Para informações como critérios para doação de sangue, endereços e horários de funcionamento acesse o site do Hemosul.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Mayra Franceschi

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo