MSNoticias

Contratações do crédito emergencial do FCO para micro e pequena empresa chegam a R$ 41 milhões

Mato Grosso do Sul tem R$ 80 milhões disponíveis na linha de crédito emergencial do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) para que micro e pequenas empresas possam mitigar os impactos da pandemia do novo coronavírus na economia. Desse total, R$ 41 milhões já foram efetivamente contratados por micro e pequenos empresários que recorreram ao Fundo para garantir capital de giro, pagar despesas de custeio, pagamento de salários, renovação de estoque e investimentos.

O limite de contratação da linha de crédito emergencial do FCO é de R$ 100 mil por beneficiário para despesas de custeio, pagamento de salários e estoque. Para investimentos na empresa o teto é de R$ 200 mil por contratante. A taxa de juros é de 2,5% ao ano, com 24 meses para pagamento e carência até dezembro de 2020 para o início das parcelas.

De acordo com o secretário Jaime Verruck, da Semagro, “o Governo está mobilizando o setor empresarial no interior do Estado, com o apoio da Fecomércio e do Sebrae, para garantir a total aplicação desse recurso. Ainda temos uma disponibilidade de R$ 40 milhões no FCO”.

Ele ressalta que o FCO tem uma meta de atendimento a micro e pequenos empresários. “É importante lembrar isso, pois temos um trabalho muito forte com o setor produtivo para esclarecer os micro e pequenos empresários de que o FCO está disponível para eles. Neste ano, as micro e pequenas empresas do Estado foram responsáveis por 50% das operações do FCO Empresarial e 51% no FCO Rural”, finalizou o secretário Jaime Verruck.

Marcelo Armôa, Semagro

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo