AL MS

Na posse da nova diretoria do TCE-MS, presidente da ALEMS destaca harmonia entre poderes

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), deputado Paulo Corrêa (PSDB), participou na manhã desta quarta-feira (16), da posse do conselheiro Iran Coelho das Neves como presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso Sul (TCE-MS) para o biênio 2021/2022.

“O presidente Iran Coelho das Neves é peça fundamental para a harmonia entre os Poderes. Agora com sua reeleição, essa filosofia mostra o que é correto e vamos juntar esforços para o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul”, afirmou Corrêa.

Iran foi reeleito no último dia 19 de outubro, por unanimidade de votos. Os conselheiros Jerson Domingos e Ronaldo Chadid também foram eleitos para compor o Corpo Diretivo da Corte de Contas, como vice-presidente e corregedor-geral, respectivamente. E José Aêdo Camilo assumiu o cargo de procurador-geral do Ministério Público de Contas.

Após a cerimônia de posse, José Aêdo fez um breve relato sobre as funções do órgãos e defendeu a realização de concurso para provimento da vaga de procurador em aberto. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participou do evento e ressaltou a continuidade da atual gestão do TCE-MS. “Trata-se uma gestão responsável, que vem enfrentando com coragem esse momento difícil da nossa história, que demanda grande espírito público”.

Reinaldo pontuou também as ações do Executivo no combate a pandemia. “Somamos esforços para garantir o quanto antes a imunização dos sul-mato-grossenses. Se tiver dificuldade no plano nacional para uma vacinação em massa, o Estado já contingenciou  recursos e está pronto para agir. Os resultados diferenciados alcançados por Mato Grosso do Sul nesses meses de pandemia tem uma exmplicacao simples: conseguimos trabalhar todos os Poderes juntos, unidos para proteger a população e reduzir os impactos negativos sobre a economia e os empregos”, destacou o governador.

Bastante emocionado, o presidente reeleito do TCE-MS agradeceu o apoio dos conselheiros, familiares e amigos. “Se vamos sair da pandemia melhores ou piores, como pessoas e como sociedade, permanece a questão em aberto. Quando instituições se mostram resilientes a tempos tormentosos como esse, é porque são formadas por pessoas determinadas, capazes de dar o seu melhor, portanto, já são pessoas melhores. Por isso, me orgulho de todos que integram o Tribunal de Contas, são o mais valioso patrimônio da instituição”, falou.

(Texto: Assessoria ALEMS – Foto: Cyro Clemente)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo