MSNoticias

Em live, especialistas da Agraer/MS falam dos benefícios do capim Capiaçu

O aumento da produtividade na pecuária leiteira, comparado ao valor do custo de produção, este será um dos pontos que o técnico da Agraer (Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural)

O aumento da produtividade na pecuária leiteira, comparado ao valor do custo de produção, este será um dos pontos que o técnico da Agraer (Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Arizoly Mendes, destacará durante a live ‘Bate-papo sobre BRS Capiaçu’ promovida pela Embrapa Agropecuária Oeste, em parceria da Agraer.

Para Mendes, este tipo de capim proporciona um excelente custo X benefício. “Começamos a usar o Capiaçu nas propriedades que a Agraer atende em Ivinhema desde 2017 quando foi lançada pela Embrapa. Além da valor de produção, que é considerado baixo, da produtividade e da alta proteína bruta, o Capiaçu tem tido alta aceitação dos produtores familiares”.

Em relação à época de estiagem, o tipo de capim é uma boa opção desde que observadas as corretas orientações. “O cuidado e a composição do solo são imprescindíveis. Durante a live apresentarei resultados e benefícios do Capiaçu”.

O pesquisador da Agraer/MS, Vitor Correa de Oliveira, mostrará resultados de pesquisas com silagem feitas com este tipo de capim. “Vou apresentar como o Capiaçu vai ajudar o produtor e assim tirar dúvidas dos participantes do trabalho de que desenvolvemos”.

Em Ivinhema a Agraer atende mais de 600 produtores familiares, entre eles 450 da pecuária de leite, com apoio da Secretaria Municipal da Prefeitura, em doze Glebas (Azul,Ouro Verde, Vitória, Piravevê, Itapoã, Jaborandi, Vitorinha, Cristalina, Gleba Jaborandi, Ubiratã, Gleba Nova, Gleba Alice, e Projeto de Assentamento São Sebastião) que comercializam aproximadamente 80 mil litros de leite/dia nos laticínios União e Rincão, ambos dotados de Serviço de Inspeção Estadual (SIE).

Também participarão do bate-papo, a pesquisadora da Embrapa Agropecuária Oeste, Marciana Retore e o empresário da DuCampo, Marcio José Mansani. A live será transmitida pelo link www.youtube/embrapa, a partir das 9h (horário de MS) e a iniciativa conta com a parceria da prefeitura municipal e da empresa Du Campo.

Ana Brito, Subcom
Foto: arquivo Agraer/MS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo