Campo GrandeNoticias

Prefeitura licita revitalização da Rui Barbosa, com recapeamento, câmeras de monitoramento e wi-fi

A Prefeitura de Campo Grande publicou, nesta sexta-feira (18),o edital de licitação das obras de revitalização da Rui Barbosa, um dos principais eixos viários do transporte coletivo da Capital, por onde circulam 53 linhas do transporte coletivo. As propostas das empresas participantes da concorrência serão abertas no próximo dia 27 de janeiro.

A revitalização da Rui Barbosa integra o Reviva Mais Campo Grande, financiado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que requalificou a 14 de Julho e prevê também intervenções nas ruas transversais à 14 na área central, obra que já teve licitação lançada.

Na Rui Barbosa o investimento previsto é de R$ 30,4 milhões, com obras em toda sua extensão,  incluindo 7,1 km de recapeamento, desde as proximidades do viaduto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (onde se chama Rua Trindade ), até o trecho final, quando se encontra com a Avenida Rachid Neder.

Está programado um corredor do transporte coletivo no trecho entre a Rua Chile e a Avenida Mato Grosso, com 5 estações de embarque e desembarque. O trecho mais central, a partir do cruzamento com a Avenida Afonso Pena, receberá mobiliário urbano semelhante ao da 14 de Julho, câmeras de monitoramento, padronização das calçadas para acessibilidade e wi-fi

As estações estão projetadas para serem construídas na Rui Barbosa entre as ruas Aluízio de Azevedo e Dr. Aníbal de Toledo; entre as ruas Bariri e Professor Severino Ramos de Queiroz; entre as ruas Calarge e Tônico Saad; entre a Avenida Afonso Pena e a Rua Barão do Rio Branco e a quinta estação na quadra entre as ruas Dom Aquino e Cândido Mariano.

Com o corredor, segundo técnicos da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), o tempo da viagem de ônibus, do terminal Morenão até a Avenida Mato Grosso será reduzido em 20%, porque a velocidade média dos ônibus vai aumentar de 16 para 25 quilômetros por hora já que com o corredor exclusivo, os coletivos não vão disputar espaço com os demais veículos . O projeto prevê semáforos com os tempos ajustados para a passagem dos ônibus. Diariamente os ônibus fazem 379 viagens  pela Rui Barbosa.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo