Câmara Municipal

Vereador Marcos Tabosa realiza visita surpresa em unidade de saúde

O vereador Marcos Tabosa (PDT), acompanhado dos vereadores Camila Jara (PT), Alírio Villassanti (PSL) e André Luis (Rede) realizou na quinta-feira, dia 14, uma visita surpresa na Unidade Básica de Saúde da Família da Vila Fernanda, na região do Caiobá, para verificar in loco a precária situação de atendimento à população e de trabalho dos servidores daquela unidade de saúde municipal. As visitas aos órgãos públicos municipais estão previstas na relação de propostas apresentadas durante a campanha eleitoral, com o intuito de fiscalizar, cobrar e dar visibilidade aos investimentos realizados com recursos dos contribuintes.

“É lastimável e deplorável a situação desta unidade da Vila Fernanda. Foi completamente abandonada pelo poder público municipal! E pensar que tem apenas sete anos de existência e já contabiliza grande prejuízo ao erário público, pois está sem condições de fornecer à comunidade um atendimento digno e não oferecer aos servidores ali lotados condições adequadas de trabalho”, lamentou o vereador Tabosa, com a anuência dos demais parlamentares que o acompanharam.

Tabosa também denunciou aos vereadores que o acompanhou na visita a situação de trabalho dos ACS (Agentes Comunitários de Saúde). Na unidade onde atuam não existem condições mínimas para atender aquela comunidade. Faltam computadores e internet de qualidade para abastecer o sistema nacional e estadual de saúde. Faltam materiais de escritórios, EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) como máscara, álcool gel, luvas, etc. Para piorar a situação, são obrigados, sob ameaça de falta e processos administrativos, produzir resultados positivos para o município.

Na unidade da Vila Fernanda, a situação fica ainda mais precária quando chove, pois derrama mais água dentro do prédio do que fora, o que não permite nenhum atendimento médico e odontológico, pois a água que escorre pelas paredes e corredores se mistura com o mofo do teto, inclusive dentro da farmácia, onde são armazenados todos os remédios que são receitados aos moradores da região.

Segundo informações repassadas pelos moradores que estavam na unidade na hora da visita, faz mais de quatro anos que esse dilema se repete. Toda vez que chove é dramática a situação para os profissionais que atendem naquela comunidade e com o passar dos anos, a situação se torna ainda mais precária, pois a cada chuva o mofo toma conta das paredes, o que pode contaminar e transmitir doenças, em um local onde a população busca saúde.

Decepcionados pelo abandono do poder público que não realiza manutenção naquela unidade e apesar dos inúmeros pedidos, os vereadores que acompanharam Marcos Tabosa registraram a visita com fotos e vídeos e vão cobrar do secretário de Saúde, José Mauro para que apresente um programa de manutenção daquela e de outras unidades de saúde espalhadas pela cidade que vivem o mesmo drama, especialmente em dias de chuva.

Palmir Cleverson Franco

Assessoria Vereador Marcos Tabosa 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo