MS

Prefeitura investe em modernização e alvará da construção sairá em 15 minutos

O ano de 2021 será de boa notícia para a área da construção civil, uma das mais importantes para a economia

O ano de 2021 será de boa notícia para a área da construção civil, uma das mais importantes para a economia. A Prefeitura de Campo Grande está investindo na modernização e atenderá a um anseio antigo do setor, o alvará imediato.

O alvará sairá em 15 minutos com o lançamento de um software que está sendo testado pela Prefeitura desde novembro. A Prefeitura já realiza o cadastramento de profissionais para o novo sistema, que deve ser lançado em fevereiro.

“Fizemos a alteração legislativa em 2019. Este alvará demorava quatro semanas para ficar pronto. Hoje, fazemos em até cinco dias. Agora, em fevereiro, com o lançamento do software, teremos o alvará em até quinze minutos”, explicou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Luis Eduardo Costa.

Meio Ambiente

Além das modernizações relacionadas aos softwares, a pasta continuará atuando constantemente para manter o reconhecimento de Campo Grande com o título de Cidade Árvore do Mundo “Tree City of the World”, trabalhando tanto no desenvolvimento de políticas ambientais, como também no manejo arbóreo urbano.

“Fazemos parte de uma seleta rede global de cidades com prestígio internacional por sua liderança em florestas urbanas e comunitárias. Um reconhecimento sancionado devido às ações voltadas à preservação da arborização. E neste ano doamos mais de 16 mil mudas”, detalha o secretário.
Na temática voltada aos resíduos, a secretaria tem atuado no fortalecimento das cadeias produtivas, organizando de forma objetiva para que os resíduos da construção civil, orgânicos e vidros sejam estruturados. Os trabalhos também serão voltados no fortalecimento da fiscalização, monitoramento e da preservação das nascentes, dos mananciais de abastecimento da cidade, tanto na região do Guariroba como do Lageado.

Um trabalho que passou a ser permanente é o manejo fitossanitário das figueiras localizadas nos canteiros centrais das Avenidas Mato Grosso e Afonso Pena, além das intervenções realizadas na Área de Preservação Permanente (APP) do Córrego Bandeira e na nascente do Córrego Imbirussu, no Parque dos Laranjais. A iniciativa da Semadur visa a reconstituição arbórea, a preservação da área, além da conscientização da população do entorno com relação à importância do local.

Neste ano de 2020, em que enfrentamos uma pandemia mundial, a Semadur teve um papel de destaque nas ações de combate ao Coronavírus, elaborando, de maneira pioneira, protocolos de biossegurança, e realizando ações fiscalizatórias em todos os períodos.

A Semadur também atuou diretamente na doação de mais de 1.200 máscaras à Coordenação da Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) para a distribuição entre os servidores, cooperativas de catadores de materiais recicláveis que atuam na Usina de Triagem de Resíduos (UTR) e à Guarda Civil Metropolitana (GCM).

O descarte de resíduos, de forma correta, foi outro ponto significativo. Nos Ecopontos já foram descartadas mais de 10 mil toneladas de resíduos, entre entulhos da construção, restos de poda, móveis e eletroeletrônicos. A Prefeitura também está realizando o Controle de Transporte de Resíduos por meio Eletrônico (E-CTR). Antes, eram descartadas 5 mil toneladas de resíduos/mês de entulho. Hoje, chegamos a 57 mil toneladas por mês.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo