NoticiasSaúde

Benefícios que uma alimentação balanceada traz para a sua saúde

Recomendado por nutricionistas é que haja o controle na quantidade para dar espaço às vitaminas e minerais essenciais

Manter uma alimentação balanceada traz diversos benefícios para a saúde e bem-estar, gerando melhor controle do peso e melhorando a autoestima. Mais ainda, o aumento da capacidade de memória e concentração, fortalecimento do sistema imunológico, além de prevenir doenças são impactos que a alimentação balanceada traz para a sua saúde.

Olhando por essa perspectiva, já se elimina a indicação de consumo de alimentos doces, frituras e bebidas alcoólicas.

Além disso, o recomendado por nutricionistas é que haja o controle na quantidade de carboidratos, proteínas e gorduras nas refeições, para dar espaço às vitaminas e minerais essenciais para o bom funcionamento do corpo.

Vale ressaltar também a importância da exclusão dos alimentos não saudáveis para a garantia de uma boa saúde bucal.

O consumo de açúcar já mencionado, por exemplo, faz com que as bactérias da boca se alimentem desse material, liberando um ácido que prejudica o esmalte do dente.

Isso torna a estrutura bucal propícia para o surgimento de doenças, como a cárie.

Inclusive, em casos mais complexos, pode tornar necessário recorrer a procedimentos odontológicos mais invasivos, como tratamento de canal e até prótese sobre implante dentário.

Portanto, além da prevenção de doenças, existem diversos benefícios em manter uma alimentação saudável, como:

Gera mais energia para o corpo;

Deixa a pele mais saudável;

Proporciona mais disposição;

Regula a produção de hormônios;

Rejuvenesce;

Melhora a qualidade do sono.

Além disso, o recomendado é que se faça atividade física regularmente para gerar um equilíbrio no ganho de massa muscular e perda de gordura, trazendo ainda mais qualidade de vida.

O acompanhamento de um nutricionista, principalmente em casos de reeducação alimentar, também se faz necessário, possibilitando uma adequação ideal das refeições conforme a idade, necessidades, estilo de vida e histórico de saúde.

Para além da alimentação saudável, é preciso ter cuidado com a limpeza da boca para que os próprios alimentos não causem problemas na saúde bucal, principalmente para quem utiliza aparelho ortodontico transparente.

Isso porque os modelos de aparelho fixo facilitam o acúmulo de restos de alimento entre a estrutura do tratamento e os espaços dentais, demandando mais cuidado na escovação.

Já os modelos móveis também precisam de atenção, para que as bactérias não se acumulem na peça, trazendo riscos ao paciente ao recolocar o aparelho.

Portanto, a escovação deve ser feita três vezes ao dia, para que os dentes sejam limpos e se mantenham fortes. Lembre-se também do uso diário do fio dental.

Alimentos saudáveis

Para garantir a saúde em dia e uma vida com prazer e bem-estar a longo prazo, é preciso se alimentar com alimentos corretos, aqui vão algumas sugestões indicadas por especialistas.

Cereais e raízes

São alimentos ricos em carboidrato, que fornecem energia para as atividades do dia a dia, incluindo em atividades físicas, portanto, devem ser consumidas diariamente.

Exemplos desses alimentos são: trigo, arroz, milho, cevada, aveia, pão, massa, batata e mandioca.

Frutas, verduras e legumes

Esses são alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais, que garantem o bom funcionamento do organismo e também devem ser consumidos diariamente em grande quantidade.

Além disso, eles ajudam na saúde bucal, mantendo a limpeza natural da boca e fortalecendo os dentes.

Manter frutas, verduras e legumes na alimentação faz com que a saúde dos dentes seja mantida, reduzindo a necessidade de procedimentos invasivos e/ou complexos para tratamento ou recuperação dental.

Por isso, investir na inclusão dessa classe no cardápio pode ser muito vantajoso. Alguns exemplos são:

Maçã;

Banana;

Mamão;

Laranja;

Cenoura;

Beterraba;

Abobrinha;

Abóbora;

Pepino;

Agrião;

Cebola;

Acelga;

Couve;

Brócolis.

Além dos diversos nutrientes ofertados, alguns desses alimentos contribuem para a higienização natural da boca, além de favorecerem o clareamento.

No entanto, caso haja o desejo de clarear os dentes ou fazer algum tratamento estético, o efeito dos alimentos não será o bastante.

Para isso, o indicado é avaliar com o profissional qual tratamento é o mais indicado para alcançar o branqueamento, sendo possível recorrer à lente nos dentes para isso – também impactando no alinhamento da estrutura; bem como ao próprio clareamento profissional.

Leguminosas

Ricos em proteínas vegetais, ferro e fibras, as leguminosas devem ser consumidas em menor quantidade. Exemplos de leguminosas são o feijão, lentilha, ervilha, soja e grão de bico.

Origem animal

Esses alimentos também precisam ser ingeridos em menor quantidade. Eles são ricos em cálcio e proteínas, essenciais para a saúde, fortalecimento e crescimento do corpo, formação de pele, unhas, cabelo, dentes e ossos.

Além disso, o cálcio traz benefícios para os dentes, com o fortalecimento e nutrição da estrutura.

Além disso, a substância mantém a coloração branca, da estrutura, recompondo o esmalte dental.

No entanto, caso o desejo seja o clareamento dental com moldeira, o mais indicado é recorrer ao suporte de um profissional para a realização do procedimento.

Nesse caso, a alimentação e a higienização corretas contribuirão com a manutenção da cor recuperada, prolongando o resultado do tratamento.

Exemplos desses alimentos são as carnes de frango e peixe, carnes vermelhas, leite, queijos e iogurte.

Cabe destacar neste tópico, ainda, que caso haja alguma restrição nesse sentido, ou mesmo para pessoas adeptas ao vegetarianismo e veganismo, é possível recompor esses nutrientes com alimentos de origem vegetal ou suplementação.

Detalhe sobre o açúcar

Apesar da contraindicação do açúcar, sabe-se que alimentos açucarados são uma tentação, por isso, recomenda-se que sejam utilizados outros meios de adoçar, como o xilitol.

Quantidade de sal

É preciso se atentar com a quantidade de sal que é consumido, pois, em excesso, eles podem causar problemas à saúde, como hipertensão e pressão alta.

Portanto, não evite temperar os alimentos utilizando muito sal e reduza o consumo de comidas industrializadas, que são ricas em sódio e outros elementos prejudiciais à saúde.

Desse modo, ao aliar os cuidados diários corretos com o acompanhamento profissional e uma dieta balanceada, é possível alcançar ainda mais saúde, promovendo mais bem-estar e qualidade de vida tanto em relação à estrutura bucal como para todo o organismo.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

Por: Karina Oliveira

Assessoria Digital | Consulta Ideal | Vue Odonto

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo