AL MS

Presidente avalia atuação à frente do governo do estado e início do ano legislativo

Governador em exercício, Paulo Corrêa entregou, vistoriou e lançou obras importantes que ultrapassam R$ 134 milhões

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), Paulo Corrêa (PSDB), avaliou a extensa agenda que cumpriu como governador interino, entre os dias 26 e 30 de janeiro últimos. Além de compromissos em Campo Grande, foram inúmeras agendas pelo interior do Estado, inaugurando, vistoriando e autorizando obras de saneamento básico e de infraestrutura em cidades como Três Lagoas, Chapadão do Sul e Bonito.

Tratou, ainda, de questões ligadas à pandemia da Covid-19, recebendo da Marinha do Brasil o apoio para distribuição de doses de vacinas em regiões de difícil acesso. “Foi uma grande honra e um desafio. Uma oportunidade única que encarei como uma missão de trabalhar por Mato Grosso do Sul”, afirmou Paulo Corrêa. Ele substituiu o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que se encontrava em férias. O vice-governador, Murilo Zauith (DEM), havia sido diagnosticado com Covid-19.

O enfrentamento à pandemia foi tema das agendas de Paulo Corrêa, que se reuniu com comandante do 6º Distrito Naval de Ladário, Contra-Almirante Sérgio Gago Guida, para tratar sobre distribuição de doses de vacinas contra a Covid-19, assegurando ao governador em exercício o apoio da Marinha no transporte de vacinas em regiões de difícil acesso. Guida informou que as chuvas dos últimos dias deram condição de navegação ao rio Paraguai. “A elevação do nível do rio permite que retomemos a navegação. Nós estamos prontos para atuar no transporte de vacinas para os ribeirinhos”, enfatizou.

Durante o período em que substituiu o governador Reinaldo Azambuja, Paulo Corrêa também cumpriu extensa agenda na governadoria, recebendo dezenas de prefeitos de todo o Estado, e participando da eleição da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) na tarde do dia 29 de janeiro.

Ainda como governador em exercício, coube ao presidente da ALEMS o discurso em nome do Executivo Estadual na posse do novo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), desembargador Paschoal Carmello Leandro, e do vice, desembargador Julizar Barbosa Trindade.

Interior de MS

Paulo Corrêa esteve em Três Lagoas dia 27 de janeiro, onde entregou obra de ampliação do sistema de abastecimento de água no Setor Santa Luzia, anunciou investimentos na universalização do fornecimento de água e visitou a construção do Hospital Regional.

Com investimento de R$ 9,5 milhões, a ampliação do sistema de abastecimento de água em Três Lagoas foi a primeira obra entregue por Paulo Corrêa no cargo de chefe do Executivo. “É a primeira obra que inauguro como governador em exercício. Temos orgulho do trabalho da Sanesul e tenho muito orgulho de estar representando o Governo do Estado”, disse.

O governador em exercício também anunciou investimentos de R$ 9,8 milhões na universalização da água tratada e na ampliação da cobertura na coleta e tratamento de esgoto no município. Os trabalhos, a serem iniciados neste ano, abrangem 19.388 metros de rede coletora e 1.200 ligações domiciliares.

Ainda em Três Lagoas, Paulo Corrêa visitou o Hospital Regional, que está na fase final de construção, com mais de 90% da obra executada. A previsão é de que seja entregue, já equipado, ainda neste ano. Com investimento de R$ 56 milhões, o hospital terá 171 novos leitos com maternidade, UTI, UTI neonatal, pediatria e cardiologia.

Acompanhado pelo secretário de Governo, Eduardo Riedel, de governo, e pelo secretário especial Sérgio de Paula, o governador em exercício esteve também em Chapadão do Sul, onde visitou e anunciou obras. “Em fevereiro, será lançada a licitação para pavimentação da MS-320, que é um pedido antigo que há muito tempo trabalhamos. São praticamente 47 quilômetros”, informou Paulo Corrêa.

Ele visitou as obras de construção do Posto da Rodoviário Estadual na MS-306 e os trabalhos de recapeamento nas ruas Mato Grosso do Sul, Onze de Outubro e Paraná 1 e 2, importantes vias de acesso da cidade. Paulo Corrêa conheceu, ainda, o Residencial Planalto 1, que irá beneficiar 96 famílias. As obras estão adiantadas e a previsão de entrega é para abril deste ano.

Em Bonito, onde esteve dia 29 de janeiro, o governador em exercício lançou duas licitações para pavimentar mais de 100 quilômetros da MS-345, no trecho entre Bonito e Anastácio. Conhecida como “Estrada do 21”, a rodovia, depois de asfaltada, encurtará em cerca de 80 quilômetros a viagem entre Campo Grande e Bonito. “Essa obra atende pedido antigo do trade turístico. A pavimentação dará mais competitividade ao setor”, analisou Paulo Corrêa.

O governador lançou também a elaboração do projeto executivo para a pavimentação asfáltica de 8,3 quilômetros da “Rodovia do Turismo”, no trecho entre Bonito e a Ilha do Padre. “Estamos fazendo história. Com recursos do Fundersul, aprovados pela Assembleia Legislativa, vamos aprimorar a infraestrutura de Bonito”, destacou.

Ainda em Bonito, Paulo Corrêa, acompanhado de secretários de Estado, vistoriou a construção do quartel do Corpo de Bombeiros, que está 47% concluído e soma investimentos de R$ 3,1 milhões. A comitiva também visitou o trecho recém-pavimentado da MS-382, entre Bonito e a Gruta do Lago Azul.

Ano Legislativo

De volta ao comando da ALEMS, o presidente Paulo Corrêa conduziu na última terça-feira (2) a solenidade de instalação da 3ª Sessão Legislativa da 11ª Legislatura. Ele ressaltou que a palavra de ordem é o respeito pelas instituições. “O respeito às instituições é fundamental à harmonia dos Poderes”, disse. Também ressaltou igualmente o respeito e gratidão pelos dias que conduziu o Governo do Estado. “Reinaldo Azambuja tem uma equipe maravilhosa, que me recebeu muito bem, agradeço a todos. Aqui nesta casa o senhor também sabe do respeito por todos do Executivo”, declarou.

Ainda sobre o papel da Casa de Leis, junto ao Poder Executivo, Paulo Corrêa enfatizou a atuação fundamental dos parlamentares pelo desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. “Os deputados sempre me ajudam a tomar a decisão colegiada”, afirmou. “Estamos aqui na Assembleia Legislativa para exercer a representatividade a qual fomos eleitos, e estamos aqui para continuar trilhando neste caminho”, complementou o presidente.

Por fim, informou que a Casa de Leis permanece fechada ao público. “Muitos me questionaram e eu quero informá-los que a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul continua fechada ao público. Nós respeitamos a ciência, os protocolos técnicos da Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Casa de Leis continua funcionando. Em 2020, não deixamos de aprovar projeto algum. Avaliaremos, em 90 dias, se haverá mudança em relação aos trabalhos legislativos”, disse.

*Com informações do Governo do Estado e da assessoria parlamentar. 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo