MS

Com ações de combate à Covid-19, Corpo de Bombeiros Militar eleva em 14% atendimentos de janeiro

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS) realizou 13.368 atendimentos no primeiro mês de 2021. O balanço divulgado pela instituição mostra que no período de 1° a 31 de janeiro foram realizadas 7.045 atividades de prevenção, 6.143 resgates e salvamento, 1.842 pessoas salvas e 180 incêndios.

O indicador supera em 14% os atendimentos realizados no mesmo período do ano passado que contabilizou o 11.711. Esse aumento está relacionado às atividades técnicas que envolvem análise de projetos, emissão de certificados de vistoria, e atendimento de ocorrências.

A atuação dos bombeiros militares nas ações relacionadas à Covid-19 também está entre os diferenciais que refletiram nos resultados obtidos em janeiro. “O Corpo de Bombeiros Militar segue cada vez mais atuante nos trabalhos em benefício da população. No mês de janeiro tivemos um trabalho intenso também no planejamento estratégico e na distribuição de vacinas contra a Covid-19 em todo o estado”, destaca o comandante-geral do CBMMS, Coronel Joílson Alves do Amaral.

O Plano Estadual de Distribuição permitiu o envio dos imunizantes em tempo recorde para os municípios e o inicio da vacinação em menos de 24 horas após o envio das primeiras doses pelo Ministério da Saúde.  No cenário nacional, Mato Grosso do Sul aparece entre as unidades da federação que mais vacinou com 3,02% da população imunizada, conforme dados atualizados do Vacinômetro Covid-19 desta quarta-feira (10).

Novas unidades

Além da capital, atualmente o CBMMS conta com 25 unidades instaladas estrategicamente em municípios onde é possível fazer o deslocamento para atender demandas, ocorrências e fiscalização em cidades vizinhas com vistas à prevenção.

O Governo do Estado está investindo na implantação de novas unidades com foco na melhoria da prestação do serviço público de emergência. Ao todo, mais cinco unidades estão em fase de construção e instalação em Bonito, Bela Vista, Santa Rita do Pardo, Anaurilândia e Rio Brilhante.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Edemir Rodrigues

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo