Polícia

PMA de Bonito autua infratora em R$ 6 mil por derrubar árvore para exploração da madeira em área protegida de mata ciliar do rio da Prata e por incêndio


Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Bonito autuaram hoje (11) uma proprietária rural, de 27 anos, por derrubada de árvore em área protegida para exploração da madeira e por incêndio em vegetação arbustiva. Durante fiscalização ambiental nas propriedades rurais do município, ao chegarem na fazenda da autuada, a 42 km da cidade, à margem da rodovia MS 382, os Policiais localizaram incialmente o corte de uma árvore de grande porte da espécie Bálsamo, para a exploração da madeira.

A extração da árvore sem autorização ambiental foi realizada para a exploração da madeira e ainda dentro da área protegida por lei de matas ciliares do rio da Prata. 19 pranchões resultantes do desdobramento da árvore derrubada foram apreendidos. Ainda em área próxima dali na fazenda, a proprietária realizou uma limpeza de vegetação com a licença ambiental emitida pelo órgão ambiental, porém, colocou fogo em 7.000 m² de vegetação arbustiva na área onde fora efetuada a limpeza sem autorização ambiental. O incêndio ocorrera há alguns dias antes da vistoria.

Incêndio em vegetação arbustiva.

A infratora, residente em Jardim, responderá por crime ambiental de degradação de área protegida de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção. Ela também foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 6.000,00, pela exploração ilegal da madeira na área protegida e pelo incêndio.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo