Polícia

PMA de Miranda autua dono de balneário em R$ 15 mil por realização de obras degradando áreas protegidas do córrego Betione em Bodoquena


Campo Grande (MS) – Depois de receberem denúncias, versando sobre obras irregulares que estariam sendo executadas em um balneário próximo à cidade de Bodoquena, neste município, Policiais Militares Ambientais de Miranda realizaram vistoria ambiental, confirmaram a denúncia e autuaram ontem (26) o proprietário do balneário, por ampliação e execução de obras causando degradações ambientais em área protegida do córrego Betione, o qual é utilizado como balneário no local.

Durante a vistoria, os Policias verificaram a construção de uma passarela de 100 metros de comprimento por um metro e largura, dentro da área protegida de matas ciliares do córrego Betione (Área de Preservação Permanente). O proprietário informou que não possuía a licença ambiental para a obra. A atividade foi interditada.

O infrator (57), residente em Bodoquena, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 15.000,00. O autuado também poderá responder por crime ambiental de degradação de área de preservação permanente (APP). A pena é de um a três anos de detenção. Ele foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual, que avaliará a intervenção feita no local e que julgará o auto de infração efetuado pela PMA.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo