Esportes

Claudinho do Bragantino recebe os principais prêmios da temporada


Vai faltar espaço na estante pro Claudinho colocar os seus troféus. O camisa 10 do Red Bull Bragantino acaba de conquistar os principais prêmios individuais do futebol brasileiro em 2020.
Agora, o Rei das Canetas vai poder atualizar o seu perfil nas redes sociais com uma porção de prêmios. Em menos de 12 horas, foram oito novos troféus para a coleção: melhor jogador, melhor meia, artilheiro e revelação do Bola de Prata, da ESPN, e no Prêmio Brasileirão, da CBF. Na Bola de Prata, aliás, ele quebrou o recorde de premiações em uma só edição, com quatro troféus.
Neste bate-papo, Claudinho fala sobre o incrível momento da carreira, o jogo perfeito no Brasileiro e a possibilidade de vestir a camisa da seleção brasileira.
Abram alas para o melhor jogador do Brasileiro 2020
Abram alas para o melhor jogador do Brasileiro 2020
O que mudou em você do Paulistão até o fim do Campeonato Brasileiro?
Hoje me sinto muito mais preparado, maduro pra encara qualquer situação de jogo. Minha técnica também está mais apurada. Trabalho para evoluir sempre. A cada temporada que passa, aprendo mais alguma coisa.
Qual foi o seu melhor jogo no Brasileirão?
Acho que foi contra o São Paulo [o Red Bull Bragantino goleou por 4 a 2, no Nabizão, pela 28ª rodada]. Deu tudo certo naquela noite. Mas não foi só um bom jogo meu, foi da equipe de modo geral. A goleada sobre o Bahia [4 a 0, pela 22ª rodada], em que eu fiz dois gols, também é um jogo pra destacar.
Ansioso pra nova temporada, que vai ter Copa Sul-Americana?
Estou tranquilo, podemos fazer mais uma boa temporada. Colocar o Braga na Sul-Americana [o clube não disputava uma competição internacional desde 1996] é um feito muito importante. Estamos muito focados para os próximos desafios.
Qual é a sensação de levar pra casa os principais prêmios individuais do futebol brasileiro?
Sempre foi um objetivo me destacar na Série A do Brasileiro. No começo do campeonato você nem pensa em premiação, só pensa em ajudar seu time a somar pontos. É um sonho realizado. Para mim, poder disputar com alguns dos principais jogadores do país é um privilégio.
Claudinho vai precisar de mais espaço em casa para guardar seus novos mimos
Claudinho vai precisar de mais espaço em casa para guardar seus novos mimos
E saber que está sendo observado pela comissão técnica da seleção, que tal?
Fiquei muito feliz em saber desse acompanhamento. Fico na expectativa também por causa da Olimpíada, já que tenho 24 anos e estou na idade [excepcionalmente este ano, o futebol masculino terá atletas sub-24, e não sub-23]. Tive o prazer de trabalhar com o Tite no Corinthians, em 2015. Se for convocado, estarei pronto.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo