MSNoticias

Estado libera R$ 1,7 milhão para Eldorado receber fecularia de mandioca

Enviados para a prefeitura municipal, os recursos serão utilizados na compra de um terreno de 37 hectares, onde a empresa deve se instalar

O Governo de Mato Grosso do Sul liberou nesta terça-feira, dia 16, R$ 1,7 milhão do Fundo Estadual Pró-Desenvolvimento Econômico (Pró-Desenvolve) para o município de Eldorado receber a instalação de uma indústria de fécula de mandioca.

Enviados para a prefeitura municipal, os recursos serão utilizados na compra de um terreno de 37 hectares, onde a empresa deve se instalar.

“Essa parceria vai levar 50 empregos diretos e outros 250 indiretos para a cidade. Também vai gerar uma movimentação econômica. O pequeno produtor poderá plantar com a segurança de que vai ter uma indústria para consumir”, destacou o governador Reinaldo Azambuja.

Impostos por empregos

O secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), que administra o Pró-Desenvolve, explicou que o fundo incentiva a abertura de empresas em todo o Mato Grosso do Sul.

“O Pró-Desenvolve reúne recursos de indústrias já incentivadas justamente para apoiar a abertura de novos negócios, em todos os municípios. É a lógica da troca de impostos por empregos”, pontuou. Ele ainda lembrou que o programa foi criado no final do ano passado.

Segundo o prefeito de Eldorado, Aguinaldo dos Santos, o Léo, a cidade tem vocação para a atividade do campo e realizará um sonho ao ter uma indústria de fécula de mandioca.

“A liberação desse dinheiro que vai resultar na instalação de uma fecularia é de grande importância para nosso município, que tem 13 mil habitantes e onde as pessoas dependem da agricultura para viver”, falou.Com o investimento recebido, prefeitura vai comprar uma área para a instalação da indústria

Interlocução

Os recursos do Pró-Desenvolve foram liberados para o município de Eldorado nesta tarde, na governadoria, com a presença dos deputados estaduais Lídio Lopes e Mara Caseiro, que trabalharam na interlocução entre empresários, prefeitura e Governo do Estado.

O secretário Eduardo Riedel (Infraestrutura) também participou do ato.

Bruno Chaves, Subcom
Fotos: Chico Ribeiro

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo