MSNoticias

ObservaturMS divulga perfil e monitoramento dos turistas que visitaram Bonito nos feriados prolongados

A pandemia da Covid-19 acarretou impactos severos no setor de turismo e diversas mudanças vêm ocorrendo, principalmente no comportamento dos viajantes

A pandemia da Covid-19 acarretou impactos severos no setor de turismo e diversas mudanças vêm ocorrendo, principalmente no comportamento dos viajantes. Com a retomada das atividades turísticas no segundo semestre de 2020, ainda que de forma incipiente e lenta, entender o perfil desses turistas é determinante para tomadas de decisão e criação de políticas públicas.

Para Danielle Cardoso de Moura, gerente do Observatório do Turismo de Mato Grosso do Sul (ObservaturMS), ainda não há como saber como se dará o consumo do turismo a longo prazo. “No entanto, a curto prazo as apostas seriam o aumento do turismo de proximidade, experiências ao ar livre, busca por lugares tranquilos, viagens de carro e em pequenos grupos familiares. Nesse sentido, a proposta da pesquisa foi acompanhar as possíveis mudanças nos hábitos desses turistas, considerando o aumento do fluxo turístico nos feriados prolongados em Bonito. Trata-se de uma pesquisa feita em parceria entre a Fundação de Turismo de MS e o Observatório do Turismo de Bonito, que se estenderá por todo o ano de 2021”, ressalta.

A pesquisa apontou um aumento no fluxo do turista regional representado por 46,7% da amostra pesquisada, em que se destaca que 29% desses turistas residentes em Mato Grosso do Sul vieram pela 1ª vez a Bonito. Como previsto, o carro tem sido o meio de deslocamento preferido pela maioria, escolha de destinos razoavelmente próximos de casa e motivados pela possibilidade de aproveitar os feriados prolongados e belezas naturais.

Uma das mudanças diz respeito à questão da segurança, que sempre foi uma preocupação do destino. Entretanto, em razão da pandemia, essa preocupação se faz redobrada não só na segurança sanitária, mas também social e alimentar. Estudos recentes apontam uma migração da escolha de um destino para a escolha da própria acomodação numa viagem, em que o turista se preocupa mais com a biossegurança do local escolhido (hotel, pousada ou imóvel de temporada).

“Partindo dessa premissa, complementarmente à pesquisa do Perfil do Turista pós retorno das atividades em Bonito, realizamos o monitoramento com vistas a verificar após 14 dias da estada desse visitante no município, se eles haviam apresentado algum sintoma característico do novo coronavírus. Constatamos na pesquisa de setembro a dezembro, que 74,5% dos pesquisados se sentiram seguros com os protocolos de biossegurança adotados pelo município e 88% dos entrevistados não apresentaram sintomas. Ressalto que essa pesquisa é de fluxo contínuo e permanece em 2021”, finaliza a gerente.

Para acessar o material completo clique aqui:

Débora Bordin, com informações do ObservaturMS
Foto: @vistimsoficial

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo