PET

Guia de raças: Perdigueiros são dóceis e exímios farejadores


source
Esses aí são os irmãos perdigueiro Pipa e Soja
Reprodução/Instagram/@pipa_soja_gsp

Esses aí são os irmãos perdigueiro Pipa e Soja



O Perdigueiro tem uma principal característica que o fez muito conhecido em filmes e desenhos animados: ser caçador. Esta raça foi criada justamente com essa finalidade, mas se engana quem acredita que, por este motivo, ele seja um cachorro bravo ou que ataca todo mundo, muito pelo contrário. Os criadores contam que ele é extremamente dócil e adora fazer companhia para seus tutores. 

Os machos dessa raça medem entre 62 e 66 cm, quanto as fêmeas ficam com 58 e 63 cm de altura. Já o peso de um perdigueiro pode chegar a 31 kg, sua pelagem é curta, áspera e lisa e a coloração varia muito entre marrom, branco, preto e mesclado com pintinhas. 


O nome oficial do perdigueiro é “braco alemão de pelo curto” e ganhou este apelido por ser um exímio caçador de perdiz. Nos desenhos animados, ele é sempre retratato nos campos com seus tutores e, quando encontram seu alvo, quase forma uma linha reta com seu corpo para indicar que a presa está naquela direção. Por este motivo, em alguns lugares, ele é chamado de “pointer (apontador) alemão”.

Como este animal tem um porte relativamente grande e uma expectativa de vida de 14 anos, o perdigueiro tem muita energia acumulada em seu corpo e precisa extravasar. Por este motivo, é importante sempre passear com o cachorro, principalmente quando ele vive em um apartamento, porque a falta de atividade pode deixa-lo mais “agressivo”.

Você viu?

No outono, o bichinho passa pela troca de pelos, então é preciso escova-lo adequada todos os dias para retirar aqueles pelos que estão caindo e dar banhos regularmente.

Os perdigueiros podem desenvolver displasia devido ao seu tamanho, além de problemas hormonais, cardíacos e oftalmológicos, então é preciso consultar periodicamente um veterinário para que as doenças sejam descobertas com antecipação para não causar nenhuma surpresa futura.

Olha só como ele fica atento quando fareja o seu alvo
Reprodução/Instagram/@vale_dourado_kurzhaar

Olha só como ele fica atento quando fareja o seu alvo


Faro apurado

Outra característica muito importante desta raça é a habilidade de diferenciar cheiros. Recentemente, pesquisadores estavam treinando um perdigueiro para que ele conseguisse detectar uma pessoa infectada pelo coronavírus pautado apenas nas alterações do odor corporal que acontecem quando alguém adoece. Não é incrível?

Pelo menos sete centros de pesquisa anunciaram o início de estudos que têm como objetivo treinar cães para detectar, pelo olfato, pacientes com a Covid-19. Um desses estudos corre sob a coordenação da Escola de Veterinária de Alfort, na França, em parceria com bombeiros das proximidades de Paris, e envolve oito cães habituados a farejar vítimas em desabamentos.

O perdigueiro também tem outros “primos” espalhados pelo mundo todo, que são variações da raça: pointer português, inglês, italiano e espanhol.

Os perdigueiros são muito dóceis e precisam de espaço para gastarem a energia acumulada
Reprodução/Instagram/@elvis_thegsp

Os perdigueiros são muito dóceis e precisam de espaço para gastarem a energia acumulada


Fonte: IG PET

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo