Polícia

Polícia Militar Ambiental de Rochedo resgata tamanduá-bandeira atropelado na rodovia MS 080 em estado grave e orienta à população como proceder em casos de atropelamentos


Campo Grande (MS) – Em um exemplo a ser seguido, quatro mulheres, Rosana Costa, Irene Erminda dos Santos, Liana Arguello e Adriana Paula, residentes em Corguinho, vizinhas de ranchos, socorreram um tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla), que havia sido atropelado nas proximidades da ponte do córrego Buriti, a cerca de 1,5 km da cidade de Corguinho. As 22h30 de ontem, depois de movimentar a Polícia Militar daquela cidade e serem orientadas, as mulheres colocaram o animal no carro de uma delas e o levaram até o Posto da PMA, localizado na Cachoeira do Sossego, à margem do rio Aquidauana, em Rochedo.

Ao verificar o estado do animal, que possuía um corte de grande porte na parte dorsal e ferimentos nas patas, os Policiais agradeceram a abnegação e esforço das mulheres para salvar a vida do bicho, passaram o tamanduá-bandeira para a viatura, acionaram o veterinário do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), na Capital e o encaminharam rapidamente para atendimento.

AGRADECIMENTO ÀS MULHERES E ORIENTAÇÃO À POPULAÇÃO EM CASOS DE ATROPELAMENTOS

A Polícia Militar Ambiental agradece às senhoras Rosana Costa, Irene Erminda dos Santos, Liana Arguello e Adriana Paula pela sua preocupação com a vida do animal, mas também com a vida dos usuários da rodovia, tendo em vista que o bicho na pista de rolamento poderia gerar outro acidente. O que essas mulheres fizeram é o que o motorista que atropelou o animal deveria ter feito.

A PMA orienta às pessoas, que não existe crime ao atropelar um animal sem intenção. No caso, o procedimento correto é parar o veículo em local seguro e com segurança, verificar se o animal está morto. Se não estiver, efetue o socorro, porque toda vida tem um sentido e vale a pena. Se ele estiver morto e estiver na pista de rolamento, o retire com segurança para o acostamento, para evitar que outro usuário da rodovia possa vir a se acidentar e, às vezes, até matar a si e sua família, em novo possível acidente, que esta atitude simples poderia evitar.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo