Turismo

Sudeste e Nordeste reservam lugares incríveis para praticar rapel


source
Lugares incríveis para fazer rapel no Brasil
Pixabay

Lugares incríveis para fazer rapel no Brasil











O rapel é uma modalidade de descida vertical, muito semelhante ao montanhismo e à  escalada  e é praticada com auxílio de equipamentos de segurança adequados. Para ser um adepto do esporte é necessário coragem, por envolver grandes alturas.

Para iniciar no esporte, é essencial a presença de um instrutor para adquirir prática: geralmente se começa em locais menos inclinados – há treinamentos realizados em pontes, como viadutos – e seguindo para paisagens como montanhas e cachoeiras, tendo um forte contato com a natureza. Todo o esforço é recompensado por paisagens deslumbrantes. Para quem está pensando em inicar no esporte, listamos quatro locais incríveis para conhecer.

Capitólio – Minas Gerais

Os paredões naturais em Capitólio são ideais para a prática do esporte
Diego Lima/Todos os Destinos

Os paredões naturais em Capitólio são ideais para a prática do esporte

A região cercada por matas e trilhas é repleta de cânions, com fendas que chegam a ultrapassar os 70 metros de altura. Entre as belezas naturais do local, se destaca a bela vista do Lago de Furnas, que banha 34 cidades da região. Um dos lugares favoritos entre os praticantes do esporte está a ponte do Rio Turvo. Os paredões naturais da região são ideais para o rapel!

A cidade de Capitólio está ao sul de Minas Gerais, a 276 km de Belo Horizonte. Para chegar lá, o turista precisa pegar um ônibus da empresa Gardênia (R$ 104) e pode se hospedar em vários hostels, hotéis e pousadas da região que têm valores que variam entre R$ 150 e R$ 427 por dia.

Chapada Diamantina – Bahia

Gruta do Lapão, são 50 metros de pura adrenalina
Melhores Destinos

Gruta do Lapão, são 50 metros de pura adrenalina

A Chapada Diamantina tem esportes radicais para todos os gostos e pode ser considerada o principal ponto de encontro entre os apaixonados por natureza e atividades radicais. Entre os pontos favoritos dos adeptos do rapel está a Gruta do Lapão . Com acesso tranquilo, pode-se encontrar pequenos riachos e bicas de água para se abastecer as garrafas de água.

São 50 metros de descida negativa, mas é possível também descer de forma tradicional ou de cabeça para baixo. É adrenalina pura com uma paisagem deslumbrante da caverna.

A Gruta fica na cidade de Lençóis, no interior da Bahia, e, para chegar lá, o viajante deve pegar um ônibus em Salvador (R$ 93) e viajar por mais de 7 horas os 410 km de estrada. Chegando lá, a oferta de hospedagem é grande, então existem quartos em hostels que custam R$ 70 por dia e vão até R$ 680 em grandes hotéis.  

Você viu?

Pedra da Tartaruga – Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é palco para diversas atividades radicais e a Pedra da Tartaruga é o local perfeito para os amantes do rapel. Localizada na Barra de Guaratiba, os visitantes sobem ao topo da pedra para descer até o mais, fazendo um percurso com cerca de 100 metros de altura.

O acesso à pedra é feito através de uma trilha, sendo um trajeto tranquilo com menos de duas horas e que oferece uma bela vista do Rio de Janeiro. Já de início, na Praia da Barra de Guaratiba, você já tem um vislumbre das belas paisagens que o esperam no decorrer da atividade e, ao terminar, pode se banhar nas belas águas que banham a Pedra da Tartaruga.

A Pedra da Tartaruga tem uma grande oferta de hospedagem, já que a capital fluminense é um dos principais pontos turísticos do mundo. Por este motivo, os preços variam entre R$ 210 por dia para um casal (Pousada do Sergio) ou um pouco mais de luxo com diárias de R$ 550 (Le Relais de Marambaia).

Atibaia – São Paulo

Encarar o paredão de Atibaia pode ser uma superação não apenas para os iniciantes, mas também para os já experientes no esporte
Renan T. Silva

Encarar o paredão de Atibaia pode ser uma superação não apenas para os iniciantes, mas também para os já experientes no esporte

Com mais de 1450 metros de altitude, sua superfície rochosa é ideal para a prática de diversas atividades, entre elas o rapel. A Pedra Grande é também um ótimo local para os iniciantes no esporte. Pelo caminho se encontram fontes de água pura, onde os turistas param para descansar e abastecer suas garrafas de água. Quem decidir encarar essa aventura será também recompensado com as belezas do local e um pôr do sol de tirar o fôlego.

O local é considerado um monumento natural e fica na Estrada Municipal Juca Sanches, nº 400, e, para chegar lá, o viajante tem de pegar um ônibus no Terminal Rodoviário do Tietê (R$ 21) e viajar por 1h20 até a cidade. O preço das diárias em hospedagens variam entre R$ 110 (Pousada Flor de Atibaia) a R$ 1,3 mil (Tauá Hotel & Convention).

Fonte: IG Turismo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo