MSNoticias

Governador visita fábrica onde será produzida vacina russa Sputnik e manifesta interesse pela compra do imunizante

O governador Reinaldo Azambuja visitou nesta tarde (13) a fábrica da Farmacêutica União Química, em Brasília, onde será produzida e fabricada a vacina russa “Sputnik V” e o IFA (ingrediente farmacêutico ativo), que é a matéria-prima. Ele manifestou interesse de compra do imunizante, para ter mais uma opção na vacinação contra Covid-19 em Mato Grosso do Sul.

Acompanhado pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, e pelo Procurador-Geral de Justiça, Alexandre Magno Benites, o governador destacou que a farmacêutica terá a possibilidade de fabricar a vacina russa no Brasil, abrindo o leque de imunização no Estado.

“Será um avanço tecnológico enorme, principalmente neste momento em que todos nós estamos atrás de vacinas, por isso viemos aqui visitar as instalações, que abrem uma nova possibilidade para o Brasil e também a Mato Grosso do Sul”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

O governador destacou esta nova opção de vacina ao Estado e ao Brasil é um “grande avanço” no combate à pandemia do coronavírus. “Se trata de um belo trabalho da União Química, fomos muito bem recebidos, encaminhamos um documento para direção da empresa e não tenho dúvida que teremos grandes avanços em breve”.

Ainda ponderou que o governo do Estado vai ouvir e seguir as decisões da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em relação ao registro de mais uma vacina para o território brasileiro.

“Aguardamos a liberação de mais uma vacina que possa ser usada, mas podemos relatar que ficamos impressionados com a tecnologia empregada e esperamos ter boas notícias nos próximos dias para os sul-mato-grossenses”, afirmou o governador, durante a visita.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, disse que a agenda foi positiva. “Ficamos impressionados com o local e a possibilidade da empresa fabricar vacina aqui no Brasil. Acredito que em breve teremos mais uma vacina à disposição ao Brasil e Mato Grosso do Sul”.

A visita à fábrica faz parte da agenda do governador nesta terça-feira (13) em Brasília, onde durante a manhã participou de uma reunião com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Neste encontro requisitou mais vacinas a Mato Grosso do Sul para região de fronteira, o envio de 1,1 milhão de medicamentos do chamado “kit intubação”, além da destinação de 100 mil testes rápidos para detecção da doença.

Leonardo Rocha e Bruno Chaves, Direto de Brasília

Fotos: Divulgação

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo