Polícia

Polícia Militar Ambiental de Jardim autua paranaense por pescar em corredeira que é local proibido para a pesca


Campo Grande (MS) – Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Jardim realizava fiscalização no rio Miranda, no município de Nioaque, durante a operação Big Fish I/21, que ocorre dentro da operação Semana Santa e autuou ontem (1) à tarde, um vendedor, de 61 anos, por pescar em local proibido (corredeira).

Os Policiais ao chegar no local denominado Corredeira Santa Helena surpreenderam o pescador amador praticando a pesca predatória com um molinete com vara. O petrecho foi apreendido. Ele iniciava a pescaria e ainda não tinha capturado nenhum pescado. O infrator, residente em Maringá (PR), foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 700,00. Além de multa administrativa, a atitude caracteriza-se crime ambiental e o infrator responderá e poderá pegar pena prevista de um a três anos de detenção.

As normas proíbem a pesca a 200 metros a montante e a jusante das cachoeiras e corredeiras, pois é alta a vulnerabilidade dos cardumes nesses locais dos rios. No local em que o pescador estava, com o rio com pouca água com se encontra, é possível pegar peixe com as mãos. Exatamente porque os cardumes ficam vulneráveis nessas áreas é que existe a proibição da pesca.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo