Polícia

Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas realiza fiscalização no rio Sucuriú e afluentes e apreende 350 metros de redes de pesca e solta 10 kg de peixes


Campo Grande (MS) – Uma das preocupações da Polícia Militar Ambiental relativamente à pesca predatória é o uso de petrechos proibidos com grande poder de depredação de cardumes, especialmente, as redes de pesca. Dessa forma, a PMA precisa se manter nos rios em fiscalização constante para evitar, que as pessoas armem os petrechos, ou pelo menos, fazer a retirada sem que tenham prejudicado os cardumes.

Com essa preocupação, a Polícia Militar Ambiental de Três Lagoas está com equipes realizando fiscalização nos rios Paraná, Verde, Sucuriú e afluentes, na operação Big Fish I/21, que ocorre dentro da operação Semana Santa. Ontem (2), a equipe que trabalha no rio Sucuriú retirou deste rio, três redes de pesca, medindo 150 metros.

A mesma equipe ainda encontrou no córrego Água Tirada, afluente do rio, mais sete redes armadas, medindo 200 metros, cercando o curso d’água em vários pontos. Os Policiais não localizaram os infratores que haviam armado as redes de pesca. Cerca de 10 kg de peixes que estavam presos aos petrechos ilegais foram soltos.

Redes retiradas.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo