Tecnologia

Vazamento de dados do Facebook: saiba se você foi afetado e como se proteger


source
Facebook vazou dados de mais de 500 milhões de usuários
Unsplash/Markus Spiske

Facebook vazou dados de mais de 500 milhões de usuários



No último sábado (3), um vazamento de dados do Facebook foi divulgado . Ao todo, 533 milhões de pessoas foram afetadas, sendo 8 milhões brasileiros.

As informações, que antes estavam sendo vendidas, agora estão expostas de forma aberta na  internet para quem quiser pegar. De acordo com um porta-voz da rede social , os dados foram roubados em 2019, através de uma falha de segurança que já foi corrigida.

Apesar de terem sido roubados há dois anos, os dados expostos agora podem ser usados para praticar diversos golpes . Afinal, informações como e-mail e telefone celular tendem a ser as mesmas de dois anos atrás para muitos usuários do Facebook .

Quem foi exposto?

No Brasil, 8.064.916 pessoas foram expostas, o que representa cerca de 5,8% dos usuários do Facebook no país, de acordo com uma análise feita por Zlatan Inanov.

O país mais afetado proporcionalmente foi o Marrocos, onde 99,68% dos usuários do Facebook foram atingidos pela falha.

Você viu?

Para saber se você teve seus dados vazados , o site ‘ Have I Been Pwned? ‘ é uma boa opção. Apesar de não mostrar se os dados foram expostos neste vazamento em específico, a plataforma é confiável e indica se seu e-mail já esteve envolvido em alguma exposição de dados.

Neste momento, podem surgir sites pedindo para que as pessoas insiram dados para descobrirem se seus dados foram expostos. É preciso, portanto, ter cuidado para não se expor ainda mais.

Quais dados vazaram?

De acordo com o Tecnoblog, as seguintes informações dos mais de 8 milhões de brasileiros foram expostas:

  • número de celular;
  • ID do Facebook;
  • nome e sobrenome;
  • gênero (na grande maioria dos casos).

Além disso, uma parcela dos usuários ainda tiveram os seguintes dados expostos :

  • cidade atual;
  • cidade de origem;
  • status de relacionamento;
  • empresa onde trabalha;
  • endereço de e-mail;
  • data de nascimento;
  • data em que os dados foram coletados.

De acordo com o especialista de segurança Troy Hunt, 2,5 milhões de perfis dentre os 533 milhões tiveram o endereço de e-mail exposto. Por isso, se o ‘Have I Benn Pwned’ indicar que seu e-mail não foi vazado, isso não significa que outros dados não possam ter sido divulgados.

O que fazer?

Mesmo sem ter certeza de que seus dados foram expostos, é importante tomar alguns cuidados para se proteger. Geralmente, cibercriminosos utilizam informações vazadas para aplicar golpes digitais , e esse é o principal ponto de atenção em um momento como esse. Confira algumas dicas:

  • Nunca compartilhe suas senhas com outras pessoas;
  • Não compartilhe dados pessoais (sobretudo bancários) com terceiros;
  • Não repasse códigos que receber por SMS;
  • Sempre que receber alguma ligação, e-mail ou mensagem de algum serviço que você possui (como banco ou operadora de telefonia), desligue e entre em contato com um canal oficial da empresa;
  • Não clique em links duvidosos e sempre procure canais oficiais;
  • Não conceda seus dados para descobrir se seus dados foram vazados;
  • Sempre que perceber um golpe, alerte seus amigos, familiares e conhecidos. O compartilhamento de informação a respeito da educação digital é essencial para que todos estejam protegidos.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo