NoticiasTecnologia

Salários em TI chegam a até R$ 17 mil com alta demanda

Uma pesquisa realizada pela rede de talentos globais The Bridge aponta um aumento considerável em oportunidades de emprego na área de TI. Segundo o estudo, um dos motivos para a maior demanda é a pandemia do coronavírus, que impulsionou a transformação digital em diversos setores econômicos.

Designers de UX, UI, product designer, UX Writer e UX Research, por exemplo, tem uma remuneração variando de R$ 7 mil reais (nível pleno) e R$ 15 mil para profissionais com mais experiência. Já para os perfis de scrum master, agile coach, product manager e product owner, as ofertas começam em R$ 11 mil e chegam a R$ 17 mil. A pesquisa ainda informa que as melhores oportunidades partem de empresas sediadas em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.

Alta demanda leva a área de TI a oferecer salários maiores.

Pressão no trabalho

A pandemia do coronavírus levou as empresas a repensarem suas estratégias digitais, exigindo dos profissionais de TI alternativas que sanassem os problemas. No entanto, muitas das soluções adotadas funcionam a curto prazo, precisando de reparos frequentes.

Segundo uma pesquisa da AppDynamics realizada entre dezembro de 2020 e janeiro deste ano, 75% dos tecnólogos relatam que as respostas à pandemia criaram uma maior complexidade no trabalho, enquanto 83% dizem que o próprio trabalho se tornou mais difícil no último ano.

O estudo entrevistou 1.050 profissionais de TI em todo o mundo, em organizações com um faturamento de pelo menos US$ 500 milhões. Os entrevistados trabalharam em uma variedade de setores, incluindo TI, serviços financeiros, varejo, setor público, manufatura, automotivo e mídia.

Após pandemia, 89% dos profissionais de TI relatam maior pressão no trabalho.

Ano passado, uma pesquisa da AppDynamics apontou que 95% dos profissionais de TI afirmaram que as empresas onde atuam haviam mudado as prioridades de tecnologia durante a pandemia. No mesmo estudo, cerca de 71% dos profissionais relataram que o coronavírus acelerou projetos que levariam meses ou anos para serem implementados.

A pressão é outro fator que tem atormentado 89% dos profissionais de TI, enquanto 84% relatam ter dificuldades para se desligar do trabalho. Isso pode estar gerando problemas nas relações interpessoais nas empresas, já que 81% dos tecnólogos afirmaram sentir maior frustração com o trabalho e outros 63% relataram aumento nos conflitos com os colegas durante 2020.
Para a maioria dos entrevistados (79%), as decisões tomadas dentro do setor de tecnologia da informação afetam diretamente o desempenho da empresa, o que pode explicar o estresse que o trabalho tem gerado.

Por Matheus Barros,Editado por Fabiana Rolfini

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo