MSNoticias

Ação conjunta vai resgatar animais silvestres na área atingida pelos incêndios no Parque Estadual

O atendimento aos animais silvestres afetados pelos incêndios que atingem o Parque Estadual das Nascentes do Rio Taquari e região ganhou um reforço nesta quinta-feira (24). Equipe técnica composta por 20 pessoas foram à região de Alcinópolis e Costa Rica para resgatar e prestar assistência aos animais.

A ação é realizada pela Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Imasul (Instituto de Meio Ambiente de MS), Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul e Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD).

Profissionais voluntários do GRAD chegaram hoje a Campo Grande e foram recepcionados pelo secretário-adjunto da Semagro, Ricardo Senna, e o presidente do CRMV/MS, Rodrigo Piva. A equipe vai se unir a profissionais de MS e permanecer por até dez dias no Parque, que teve 50% de sua área afetada pelos incêndios florestais.

“O Governo do Estado está comprometido em acabar com os incêndios e salvar os animais atingidos, por meio de uma união de esforços que inclui os órgãos do Governo, as ONGs e os voluntários. Desde o início dos incêndios enfrentamos a situação com responsabilidade e tentando minimizar os impactos ambientais, e esta é mais uma ação”, afirma o secretário-adjunto da Semagro, Ricardo Senna.

Segundo o médico veterinário Aldair Junior, de Minas Gerais, participam da ação em Mato Grosso do Sul 12 pessoas oriundas dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, que compõem o Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD). “Vão comigo outros médicos veterinários, bombeiros e estudantes que possuem experiência em resgate de animais vítimas de desastre”.

“Como o CRMV/MS tem recebido inúmeras demandas para atender as necessidades de apoio técnico e de mediação de mão de obra qualificada para fazer frente às vítimas dos desastres ambientais decorrentes da baixa umidade associada a incêndios ocorridos em polos ambientais estratégicos, decidimos começar a atuar na região do Parque Estadual do Taquari”, afirma o presidente do CRMV-MS, Rodrigo Piva.

Priscilla Peres, comunicação Semagro e assessoria CRMV

Foto: Divulgação

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo