Câmara Municipal

Beto Avelar afirma que Projeto para compra de vacinas demonstra prioridade no atendimento à população

O vereador Beto Avelar (PSD) classificou hoje (12/01) como ação prioritária o Projeto de Lei encaminhado pelo prefeito Marquinhos Trad  que pede a Câmara Municipal a autorização para a compra de vacinas contra a Covid-19. A proposta permite que a Prefeitura de Campo Grande adquira vacinas aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa e não fornecidas pelo Programa Nacional de Imunizações.

“É uma atitude coerente do prefeito Marquinhos Trad que sempre priorizou a população. Firmamos o compromisso de criar meios de combate ao Coronavírus como a vacinação. Só assim iremos proteger a população, gerar mais empregos e criar um ambiente favorável para retomar o desenvolvimento econômico. O momento é importante e por isso vamos votar antes mesmo do início das sessões na Câmara Municipal”, explica Beto Avelar que inicia o primeiro mandato de vereador.

O projeto encaminhado pela Prefeitura para votação em sessão extraordinária prevê a compra em caráter emergencial vacinas, insumos e artigos necessários para acesso à saúde. A proposta também autoriza a participar de consórcios com estados ou municípios com foco para o compartilhamento de recursos e tecnologias, realização de pesquisas ou desenvolvimento da produção local de vacinas, especialmente por intermédio de órgãos e instituições públicas.

“Sou defensor da vacina e de mais saúde para a população. O Projeto que vamos votar demonstra a preocupação do prefeito Marquinhos Trad e coloca a proteção de nossa população em primeiro lugar. Ao longo da campanha eleitoral discutimos muito sobre o combate ao coronavírus e vamos antecipar a sessão para que nada impeça o atendimento mais rápido possível para o povo de Campo Grande”, conclui o vereador Beto Avelar.

CRÉDITO DA FOTO: IZAIAS MEDEIROS / CMCG

Marcelo Pereira

Assessoria de Imprensa – Vereador Beto Avelar

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo