MSNoticias

Dia D da campanha “Aproveite a Quarentena e Limpe o seu Quintal” acontece neste sábado

Neste sábado (21), o Governo do Estado realiza o Dia D de combate à Dengue, Chikungunya e Zika, que integra a Campanha “Aproveite a Quarentena e Limpe o seu Quintal”

Neste sábado (21), o Governo do Estado realiza o Dia D de combate à Dengue, Chikungunya e Zika, que integra a Campanha “Aproveite a Quarentena e Limpe o seu Quintal”. A ação que conta com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Corpo de Bombeiros Militar, será no próximo dia 21 de novembro, às 8 horas, na Escola Estadual Dr. Arthur de Vasconcellos Dias, na Rua Dr. Jivago, 744, no bairro Estrela do Sul.  Além de Campo Grande, a ação acontece em mais 23 municípios do Estado.

Para o secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, a população não deve descuidar do Aedes aegypti. “É preciso lembrar que a Dengue tem feito vítimas em nosso Estado, por isso a importância desta campanha. A comunidade deve estar atenta porque 80% dos reservatórios com proliferação estão nas casas das pessoas”.

Ele lembra ainda que a população deve manter sempre os cuidados ao longo do ano. “Não podemos baixar a guarda. A proposta do Dia D, assim como as demais ações previstas, são essenciais para a conscientização. Vamos aproveitar que muitas pessoas estão ficando em casa por conta da pandemia da Covid-19, para intensificar a guerra contra o mosquito”, destaca Resende.

Segundo a diretora-geral de Vigilância em Saúde da SES, Larissa Castilho, “o Dia D vai contar com a participação dos bombeiros militares que atuarão dentro das ações que serão desenvolvidas em Campo Grande, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), e nas demais cidades do interior do Estado, a qual a parceria é importante para o desenvolvimento das estratégias de combate ao Aedes Aegypti”.

Dia D

Como ação estratégica para reduzir os focos do mosquito Aedes aegypti e orientar a população sobre os cuidados para se evitar acúmulo de lixo e resíduos que possam contribuir para formação de criadouros do mosquito, os participantes do Dia D vão percorrer as principais ruas do Estrela do Sul. Mas a campanha deve priorizar também os demais bairros com maior registro de incidência de casos de Dengue em Campo Grande.

Em parceria com a SES, o Corpo de Bombeiros Militar vai disponibilizar cerca de 20 militares, além de drones que deverão auxiliar os agentes na identificação de possíveis focos do mosquito em quintais, calhas, caixa d’águas e telhados. Duas viaturas também deverão dar suporte à campanha, sendo um caminhão Auto Plataforma Área e uma Viatura do Sistema de Comando de Incidentes.

Já nos municípios de Dourados, Corumbá, Ponta Porã, Três Lagoas, Aquidauna, Anastácio, Jardim, Bonito, Nova Andradina, Paranaíba, Coxim, Naviraí, Chapadão do Sul, Caarapó, Fátima do Sul, Ivinhema, Mundo Novo, Maracaju, Porto Murtinho, Aparecida do Taboado, Amambai, Bataguassu e Costa Rica, os militares do Corpo de Bombeiros Militar farão blitze educativas em pontos estratégicos, com trabalho de conscientização à população.

Como parte da rede de apoio à Campanha da SES, a Sesau vai disponibilizar cerca de 60 agentes de saúde e de endemias e mais 10 supervisores que farão o mutirão para vistoriar os imóveis, inclusive aqueles que se encontrarem fechados.

Dengue

A doença é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que também é responsável por transmitir duas graves enfermidades: a Zika e a Febre do Chikungunya. Para controlar a proliferação do mosquito é preciso evitar água parada, em qualquer época do ano, mantendo bem tampado tonéis, caixas e barris de água, caixas d’agua; acondicionar pneus em locais cobertos; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia até a borda ou lavá-los uma vez por semana e fazer sempre a manutenção de piscinas.

Além disso, é importante trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; tampar ralos; catar sacos plásticos e lixo do quintal, entre outras medidas que impeçam o acúmulo de água e de sujeiras.

Rodson Lima, SES

Foto: Paulo-H. Carvalho (Fotos Públicas)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo