MSNoticias

Governo firma novo convênio com o Inmetro e mantém serviços de metrologia em MS

A AEM-MS (Agência Estadual de Metrologia de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) firmou novo convênio

A AEM-MS (Agência Estadual de Metrologia de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) firmou novo convênio, por mais 60 meses e segue como órgão vinculado do Inmetro em Mato Grosso do Sul.

O convênio anterior, firmado em 2013, já havia sido renovado pelo Governo do Estado e encerrou-se nesta segunda-feira (30), mas com a assinatura de um novo convênio, ficam garantidos os serviços de metrologia oferecidos pela Agência à indústrias, comércios e prestadores de serviços em Mato Grosso do Sul.

A medida foi anunciada na manhã desta segunda-feira, em reunião do Conselho Administrativo da AEM-MS, no qual também foram apresentados a prestação de contas do convênio com o Inmetro referente ao ano de 2020, bem como o novo plano de trabalho e de aplicação do orçamento para 2021. Também foi assinado termo de doação de dois veículos da Semagro para AEM-MS a serem utilizados nos trabalhos da Agência.

“Foi mais um ano de um trabalho fundamental realizado na AEM-MS, atingindo as metas de produtividade estabelecidas pelo Inmetro, mesmo num ano atípico em decorrência da pandemia. Agora, com um convênio formalizado com o governo federal, a Agência segue com as suas atividades, já alinhada com as novas diretrizes estabelecidas na Lei de Liberdade Econômica”, comentou o secretário Jaime Verruck, que preside o Conselho Administrativo da AEM-MS.

Também participaram da reunião o diretor-presidente da AEM-MS, Nilton Rodrigues; a diretora-executiva, Laura Castro; Rufino Kuhmen, da Secretaria de Fazenda e Erivaldo Pereira, suplente do superintendente do Procon.

Marcelo Armôa, Semagro

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo