NotíciasPolítica

Domingos Brazão afirma que PSOL se aproveitou da morte de Marielle politicamente

Brazão Acredita que PSol foi o Maior Beneficiado com Assassinato de Marielle

Domingos Brazão, membro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCRJ) e veterano político, declarou ser inocente em uma entrevista ao Metrópoles. “Não mandei matar Marielle”, disse Brazão, referindo-se ao assassinato da vereadora Marielle Franco em 2018, que também levou à morte de Anderson Gomes, seu motorista. Brazão, que tem seu nome mencionado nas investigações do caso há mais de três anos, comentou sobre o recente avanço que implica sua suposta denúncia pelo ex-PM Ronnie Lessa como o mandante do crime, uma alegação que ainda está pendente de confirmação judicial.

Brazão manifestou sua convicção de que o PSol, partido ao qual Marielle pertencia, foi o que mais se beneficiou com o assassinato da vereadora.

“Acredito que eleitoralmente isso interesse ao PSol. O PSol não faz obra, o PSol não troca lâmpada, o PSol não bota asfalto, o PSol não emprega na prefeitura nem em qualquer lugar. O PSol vive dessas coisas, mas não acredito que chegue a tanto. Eu acho que isso dentro do contexto político, a gente pode fazer um guerrinha. Ninguém tirou mais proveito da morte da Marielle do que o PSol. Isso é um fato. Não é porque o PSol queira se aproveitar disso. É porque vitimiza e está lá. Não era o PMDB, não era ninguém. Isso é conversa fiada de político que não cola”, disse Brazão durante a entrevista.

Ele rejeitou ter qualquer conhecimento tanto de Lessa quanto de Élcio, que admitiu ter conduzido o veículo no dia do delito, e Marielle Franco. Brazão também destacou que nunca manteve qualquer conexão com milicianos.

Na conversa ocorrida na tarde de terça-feira (23), Brazão expressou seus sentimentos sobre a tensão que vem vivenciando. “Mas não tira mais meu sono”, disse, mostrando resistência em face ao desafio. Ele garantiu não estar temeroso com relação à investigação e levantou a suspeita de que seu nome poderia estar sendo usado na trama do crime para resguardar alguém. “Outra hipótese que pode ter é a própria Polícia Federal estar fazendo um negócio desse, me fazendo sangrar aí, que eles devem ter uma linha de investigação e vão surpreender todo mundo aí”, insinuou.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo