MSNoticias

Jucems registra novo recorde de abertura de empresas no Estado em outubro

Mato Grosso do Sul atingiu mais um recorde de abertura de empresas em 2020. O Estado registrou 766 novos negócios abertos em outubro, melhor resultado para o mês da série histórica iniciada em 2008. Os números são da Jucems (Junta Comercial do Estado), órgão vinculado a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

No acumulado de janeiro a outubro de 2020, são 6.681 empresas constituídas no Estado. Os dados da Jucems também indicam que o montante é 9,5% maior que os 6.098 negócios abertos no mesmo período de 2019 e já supera o resultado de 12 meses de 2018, quando foram abertos 6.360 CNPJs.

“Os números refletem o ânimo da economia neste período após o auge da Covid-19 e seus impactos. Apesar de ainda exigir cautela, o momento é de recuperação e reestruturação das atividades produtivas, mas estamos animados com a movimentação econômica no Estado”, afirma o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro.

O setor de serviços segue como o que mais abre empresas no Estado, sendo responsável por 62,7% dos novos negócios de outubro, ou 481 em números absolutos. O comércio abriu 261 empresas, representando 34% das empresas e a indústria totalizou 24 negócios, ou 3,13% do total de outubro.

O comércio varejista de vestuário e acessórios abriu 25 das 766 empresas constituídas em outubro, mesma quantidade do transporte rodoviário de cargas. Holdings de instituições não-financeiras abriram 22 negócios e restaurantes e similares 21. Atividade médica ambulatorial de consultas foi o quinto seguimento que mais constituiu empresas em outubro, totalizando 18.

Em Campo Grande estão localizadas 45,9% do total de empresas abertas em outubro, seguido por Dourados com 9,14% e Três Lagoas com 4,31%. O quarto município que mais abriu empresas foi Ponta Porã, com 24, e Naviraí aparece em quinto com 23 novos negócios abertos em outubro.

Fechamento

Em outubro de 2020 o Estado fechou 323 empresas, o resultado é 5% inferior ao mesmo período de 2019. O setor de serviços fechou 51,3% ou 166 negócios no mês, seguido pelo comércio com 44% ou 143 e a indústria com 4,3% ou 14 empresas.

No período de janeiro a outubro, 3.348 empresas fecharam as portas em Mato Grosso do Sul, o que representa aumento de 34,78% em relação ao ano passado, influenciado pelo impacto econômico da pandemia da Covid-19 e extinção da cobrança da taxa por fechamento.

O comércio varejista de vestuário e acessórios também foi o setor que mais fechou portas em outubro, somando 17 negócios, seguido pelo comércio varejista de produtos alimentícios com 13 e transporte rodoviário de cargas com 10. Seguindo a tendência natural, Campo Grande foi responsável por 43,9% das empresas fechadas em outubro, seguido por Dourados com 6,8%.

Priscilla Peres, Semagro

Foto: Saul Schramm

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo