Câmara Municipal

Live da Comissão de Saúde debate internação e tratamento domiciliar de pacientes com Covid

A Câmara Municipal de Campo Grande, por intermédio da Comissão Permanente de Saúde, promove todas as quartas-feiras, às 10h30, promove live sobre temas importantes ligados à promoção da saúde e disseminação de informações relacionadas à pandemia da Covid-19 para os campo-grandenses. O tema desta quarta-feira (9) será: “COVID-19 – Quando Internar e Quando tratar em casa?”

Os vereadores recebem para discutir o tema, o cardiologista e cirurgião vascular, Dr. João Jackson Duarte. Com mestrado e doutorado em cirurgia cardiovascular, o médico é diretor científico da Sociedade Brasileira de Ozonioterapia Médica e Pós-Graduação em Envelhecimento Saudável.

O debate será mediado pelo vereador Dr. Sandro Benites, presidente da Comissão e será transmitido pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaracgms) e pelo Youtube (https://www.youtube.com/camaramunicipalcg) da Casa de Leis. Por esses canais, o público poderá encaminhar perguntas e sugestões que serão respondidas pelos participantes. Além do Dr. Sandro Benites, o colegiado é composto pelos vereadores, Dr. Victor Rocha (vice-presidente), Dr. Loester, Dr. Jamal e Tabosa.

Durante a live também são repassadas informações dos trabalhos da Comissão e dos vereadores relacionados à pandemia do novo coronavírus, projetos de lei, decretos, os números da pandemia e medidas adotadas até então.

Dados

Boletim divulgado nesta terça-feira (8), pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), aponta 108.487  casos confirmados de Covid-19 em Campo Grande desde o início da pandemia. Foram 2.983mortes pela doença. Ainda, 560 pacientes permanecem internados, sendo 275 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 283 em leitos clínicos e 2 em Pronto Atendimento Médico (PAM).

Nesta terça-feira (8), a Sesau abriu a vacinação para pessoas de 51 anos ou mais. Lactantes acima de 30 anos que estejam amamentando o filho (a) menor de 2 anos (necessário apresentação de certidão de nascimento), podem ser vacinadas. Trabalhadores da construção civil e industriais acima dos 35 anos também foram liberados para imunização.

Helton Davis

Assessoria de imprensa da Câmara Municipal 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo