NoticiasSaúde

Ministério da Saúde atualiza informações sobre covid-19 no Brasil

Novo coronavírus já infectou 4,81 milhões de brasileiros

Neste momento, representantes do Ministério da Saúde participam de entrevista online para a atualização do cenário epidemiológico da covid-19 e balanço de entrega de medicamentos e insumos estratégicos para combate à doença.

Acompanhe ao vivo

Pesquisa comprova que covid-19 é também doença vascular

Pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) comprovaram que a covid-19 não é somente uma doença pulmonar, mas se trata também de uma doença vascular. Estudo realizado com amostras post mortem, autorizadas pelos familiares de pacientes mortos em decorrência da covid-19, mostrou que eles apresentavam lesões na célula que reveste o vaso sanguíneo, com possibilidade de ocasionar trombos e levar a óbito. Foram analisados pacientes com idade média de 75 anos e com comorbidades como hipertensão arterial, diabetes e obesidade. Leia mais 

Anvisa avalia estudos não clínicos de vacina contra a covid-19

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) iniciou a análise do “primeiro pacote de dados” da vacina contra covid-19 em desenvolvimento pela Universidade de Oxford e pela empresa anglo-sueca AstraZeneca.

Em nota, a agência reguladora afirma que isso não significa que já se possa chegar a uma conclusão sobre a qualidade, segurança e eficácia da vacina, pois muitos dados ainda precisam ser submetidos à análise. Leia mais

Anvisa acelera análise de registro de vacinas contra covid-19

Estado de São Paulo assina contrato com Sinovac e prevê vacina para dezembro

A vacina está sendo desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan e está na fase 3 de testes em humanos. Essa fase 3 de testes em humanos testa a eficácia da vacina e está ocorrendo no Brasil desde julho, com 13 mil voluntários da área da saúde.

A expectativa do governo paulista é de que a vacinação desses voluntários seja encerrada até o dia 15 de outubro. Caso os testes comprovem a eficácia da vacina, ela precisará de uma aprovação da Anvisa antes de ser disponibilizada para vacinação no Brasil. Leia mais

Edição: Liliane Farias

Por Agência Brasil – Brasília

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo