Câmara Municipal

Oncologista enfatiza diagnóstico precoce que pode garantir 95% de chance de cura nos casos de câncer

O diagnóstico precoce aumenta para 95% a chance de cura do câncer de mama e de cólo de útero. O dado foi ressaltado pelo médico oncologista Fabrício Colacino Silva, coordenador dos serviços de oncologia da Santa Casa, que falou sobre a campanha “Outubro Rosa”, instituída pela Lei 5.303/14, com objetivo de alterar sobre a importância dos exames preventivos para mais eficácia do tratamento. O convite para falar do tema foi feito pelo vereador Carlāo.

“Parabenizo a Casa de Leis por trazer esse assunto e procurar especialistas para falar da prevençāo ao câncer de mama e de colo de útero. O principal objetivo é reduzir a mortalidade porque o diagnóstico precoce está ligado a 95% de cura”, afirmou, citando a importância de exames simples, como Papa Nicolau para cólo de útero e mamografia para as mamas, para esse diagnóstico precoce. Ele esclareceu que quem faz a prevençāo frequentemente pode encontrar um tumor ainda em tamanho pequeno.  Porém, quem deixa de fazer os exames, pode descobrir os casos já com metástase, com esse câncer espalhado, causando maior sofrimento e a chance de cura reduz para 20%.

O médico oncologista ressaltou que há 18 anos o Outubro Rosa vem mudando o cenário no País, contribuindo para conscientizaçāo e reduçāo nos casos de câncer. “Vamos diagnosticar fazendo exames preventivos, os vereadores elaborando projetos de lei que podem aumentar esclarecimento sobre problema e dar chance de muitas mulheres sobreviverem”, disse o médico oncologista..

O vereador Carlāo, primeiro secretário da Câmara e autor do convite para uso da Palavra Livre pelo oncologista, agradeceu pelos relevantes serviços prestados pelo médico Fabrício Colacino para Campo Grande. “Neste Outubro Rosa, precisamos ressaltar a importância da prevençāo para descobrir o câncer no inicio. O Poder Legislativo vem agradecer o senhor por se dar além do que jurou, de fazer mais, de mostrar a importância de prevenir e fazer exames. Depois do Outubro Rosa, mais mulheres se conscientizaram e a campanha salvou muitas vidas˜, afirmou, relatando que conheceu o oncologista quando tratou de um câncer, descoberto em fase inicial.

#PraCegoVer – Fotografia. No monitor do computador, a imagem do médico Fabrício Colacino, da cabeça até a cintura e usando um jaleco branco. Ele falou na Palavra Livre, por videconferência, durante a sessāo ordinária remota desta quinta-feira. Ao lado, outro monitor exibe a imagem dos vereadores que participam da sessāo. Os computadores estāo na bancada do Plenarinho da Casa de Lei, de onde os vereadores Carlāo, primeiro secretário, e Cazuza, primeiro vice-presidente, conduzem a sessāo, ao lado de servidores. 

Milena Crestani 

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal  

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo