Polícia

Polícia Militar Ambiental de Costa Rica passa dois dias averiguando mortandade de peixes no rio Sucuriú na área de represa de pequena central hidrelétrica

Campo Grande (MS) – Policiais Ambientais de Costa Rica foram acionados por ribeirinhos do rio Sucuriú, moradores do município de Paraíso das Águas, que informavam sobre a mortandade de peixes, que estavam às margens e boiando no rio. A equipe Policial foi ao local, constatou que as denúncias eram verdadeiras e trabalhou entre o dia 12 e ontem (13) na tentativa de localizar a causa das mortes.

Os policiais Militares Ambientais percorreram toda a extensão fluvial afetada e verificaram, que a maior parte foi na represa de uma pequena Central Hidrelétrica (PCH).  Um número considerável de peixes, já estava em estado de putrefação. A equipe solicitou a presença da equipe do laboratório do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (IMASUL), que realizou coleta de peixes e da água para análise no dia 12.

Os Policiais Militares Ambientais permaneceram em diligências no local para tentar localizar a causa da mortandade, ouvindo pessoas, porém, não conseguiu definir o que poderia ter provocado a morte do pescado. A equipe contou em torno de 80 peixes mortos, todos de espécies exóticas e não nativas da bacia, tais como, tucunaré, tilápia e corvina.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Publicado por: Ednilson Paulino Queiroz

Fonte: PM MS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo