Campo GrandeNoticias

Prefeitura entrega 32 mil kits de frutas e legumes para famílias de alunos da reme

A entrega dos kits de hortifruti teve início no dia 11 de maio e foi concluída hoje (31). A medida faz parte das ações que a Prefeitura desenvolve durante o período de pandemia da Covid-19

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), finalizou a entrega dos 32 mil kits de frutas e legumes para as famílias dos alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme), para contribuir na melhoria da alimentação das famílias em situação de vulnerabilidade social, cadastradas no Programa Bolsa Família. Também foram entregues mais de 150 mil kits merenda, em cinco edições desde março do ano passado – quando as aulas presenciais foram suspensas – até agora.

A entrega dos kits de hortifruti teve início no dia 11 de maio e foi concluída hoje (31). A medida faz parte das ações que a Prefeitura desenvolve durante o período de pandemia da Covid-19. Com produtos da agricultura familiar, é composto por abóbora verde, batata-doce, beterraba, cenoura, chuchu, goiaba, poncã e tomate. Além disso, foi entregue 1kg de polpa de fruta a cada família cadastrada no Programa. No total, foram distribuídas 120 toneladas de frutas e legumes.

“O kit ajuda e muito,  porque nessa pandemia está muito difícil. Então veio em boa hora, eu não teria condições de comprar tudo o que recebo. Por isso acredito que é uma boa ideia da Prefeitura o kit merenda e kit de frutas e legumes”, disse  Juliane Ferreira, mãe de aluno da Escola Municipal Pe. Tomaz Ghirardelli, no Bairro Lageado.

“Esse kit vem enriquecer a alimentação dessas famílias que, no momento, contam com atitudes desse tipo”, relatou a diretora da escola, Clarice de Oliveira.

O kit complementa o kit de merenda, que foi entregue durante o primeiro semestre de 2021, composto por 5kg de arroz, 1kg de feijão, 500g de macarrão, 1kg de leite em pó, 400g de biscoito e 340g de extrato de tomate e, para alunos com alergia a glúten e intolerantes à lactose, possui biscoito sem glúten, biscoito sequilho, leite de soja, leite com fórmula hidrolisada e leite sem lactose.

AULAS

Após seis etapas de entrega de kits merenda e hortifrúti, durante o período de aulas remotas, a previsão é de que as atividades presenciais nas escolas sejam retomadas no segundo semestre. Na programação de volta às aulas, as escolas realizarão, de 19 a 23 de julho, uma formação sobre os protocolos de biossegurança, com os profissionais das unidades escolares.

A previsão é de que, no dia 26 de julho, os alunos retornem às escolas, para as atividades presenciais, de maneira escalonada, divididos em grupos, por ano letivo e por período. A mesma proposta será válida para os estudantes da educação infantil, portanto as Emeis também vão receber os alunos por período, e a cada semana será um grupo diferente. Com isso os alunos vão frequentar a aula, em média, a cada duas semanas, de manhã ou à tarde, e não mais em período integral, como ocorria antes da pandemia.

As aulas presenciais, na Reme, encontram-se suspensas até 1° de julho, conforme Decreto n. 14.613, mas o ensino para os estudantes da educação infantil, ensino fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA) é realizado de maneira remota. As aulas estão disponíveis por meio da TV Reme (no canal 4.2 da TVE e no Youtube), Rádio Reme (aplicativo) e outros meios utilizados pelos professores e pelas unidades escolares (aplicativos de conversa com vídeos e áudios), conforme a necessidade e adaptação de cada turma.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo