AL MS

“Prevenção do Câncer de Mama” é tema do Programa Vida Saudável da Rádio ALEMS

No Outubro Rosa, o programa Vida Saudável, da Rádio ALEMS, fala dos primeiros sintomas do câncer de mama

Chegamos ao mês de outubro e com ele a campanha Outubro Rosa, que é lembrada no mundo todo, pois trata da importância da prevenção do câncer de mama. E o programa Vida Saudável desta sexta-feira (9), da Rádio Assembleia, não poderia deixar abordar o assunto, por isso conversa com a ginecologista e obstetra, Kamille Farah Said. A especialista esclarece durante o bate-papo várias dúvidas relacionadas ao câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce.

Conforme levantamentos do Instituto Nacional de Câncer (Inca), em 2018, último ano com dados de óbitos, morreram 17.572 mulheres com câncer de mama no Brasil. É o câncer que mais mata mulheres no país. A estimativa do Inca em 2020, é que 66.280 mulheres sejam diagnosticadas com câncer de mama em todo o país.

Durante a entrevista, a ginecologista e obstetra Kamille Farah Said enfatiza que diagnosticar o câncer precocemente aumenta significantemente as chances de cura, grande parte dos casos identificados em estágio inicial têm essa possibilidade. “A mamografia é imprescindível, sendo o principal método para o rastreamento da doença”, pontua.

Outra dica destacada pela especialista está relaciona a adoção de uma vida saudável no dia a dia. “A prática de atividades físicas e uma boa alimentação ajudam a prevenir doenças, entre elas, o câncer de mama. É importante evitar o excesso de gorduras e carboidratos simples. Procure ingerir proteínas de boa qualidade, principalmente frutas, legumes e verduras, por serem fontes de vitaminas e minerais essenciais e ricas em fibras que ajudam na saciedade e no funcionamento adequado do intestino”, ressalta a ginecologista e obstetra.

Possíveis sinais e sintomas do câncer de mama:

Conforme o Ministério da Saúde (MS), o câncer de mama pode apresentar diversos sintomas, mas pode também ser assintomático para muitas mulheres. É importante, portanto, que a mulher conheça bem o seu corpo e possa analisar com frequência qualquer alteração nas mamas e procurar o médico ao notar alguma anormalidade. Atenção para alguns sintomas, conforme o Ministério da Saúde:

– alterações no tamanho ou forma da mama;

– nódulo único e endurecido;

– vermelhidão, inchaço, calor ou dor na pele da mama, mesmo sem a presença de nódulo;

– nódulo ou caroço na mama, que está sempre presente e não diminui de tamanho;

– sensação de massa ou nódulo em uma das mamas;

– sensação de nódulo aumentado na axila;

– espessamento ou retração da pele ou do mamilo;

– secreção sanguinolenta ou aquosa nos mamilos;

– assimetria entre as duas mamas;

– presença de um sulco na mama, como se fosse um afundamento de uma parte da mama;

– endurecimento da pele da mama, semelhante a casca de laranja;

– coceira frequente na mama ou no mamilo;

– formação de crostas ou feridas na pele junto do mamilo;

– inversão do mamilo;

– inchaço do braço;

– dor na mama ou no mamilo.

O aparecimento dessas anormalidades pode ocorrer de forma isolada ou simultânea. É importante lembrar que esses sinais nem sempre indicam a presença de um câncer, sendo necessário consultar um médico para ter o correto diagnóstico.

Para acessar e ouvir o Programa Vida Saudável, clique aqui.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo