MS

TODOS PELA SAÚDE: INICIATIVA NACIONAL CONTEMPLARÁ QUATRO UNIDADES HOSPITALARES DE MS

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a diretora de Atenção à Saúde, Marielle Alves Correa Esgalha, e a médica infectologista integrante do Comitê de Operações de Emergência (COE) da SES, Mariana Croda, participaram nesta semana de uma reunião com os representantes locais do projeto “Todos pela Saúde”.

A reunião foi para apresentação do projeto “Todos pela Saúde”, do Banco Itaú, pelos representantes da iniciativa: o médico André Wajnef e o engenheiro Gustavo Gonçalves.

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, explicou o objetivo do encontro realizado na SES. “Ofertamos aos dois especialistas um leque de

opções, apresentamos a realidade do nosso Estado e o trabalho já desenvolvido e, assim, iremos juntos construir o melhor projeto para Mato Grosso do Sul”.

O médico André Wajnef disse que o projeto Todos pela Saúde consiste na doação privada para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o País. “Atuamos em quatro frentes: a primeira é informar, esclarecer a população, como orientação de máscara, por exemplo; a segunda ação é proteger, comprar equipamentos de proteção individual e, principalmente, proteger os profissionais de saúde; o terceiro pé é cuidar, comprar testes e fornecer auxílio aos hospitais na compra de equipamentos e leitos e a quarta é retomar investimentos no preparo à normalidade”.

Durante o encontro, ficou definida a implementação do projeto em quatro unidades hospitalares de Mato Grosso do Sul: a Santa Casa e o Hospital Regional, em Campo Grande, o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas, e Hospital da Vida, em Dourados. “Nesses hospitais iremos criar um gabinete de crise e aplicar a metodologia do Todos pela Saúde”, afirma Mariana.

Para Wajnef, Mato Grosso do Sul está avançado em termos de cuidado, devido às medidas de prevenção adotadas previamente, porém diante do avanço de casos, o plano de contingência é necessário e urgente. “Inicialmente, a SES designou os quatro principais hospitais para o plano de contingência, após as visitas técnicas iremos implantar gabinete de crises e criar indicadores diários para facilitar na tomada de decisão mais assertiva”, disse o médico e consultor do projeto.

Todos pela vida

Com o intuito de fortalecer o atendimento de saúde, inclusive no Sistema Único de Saúde (SUS), o Itaú Unibanco anunciou a doação R$ 1 bilhão para o enfrentamento à pandemia da Covid-19. As decisões sobre como a quantia será aplicada serão tomadas no âmbito do programa Todos pela Saúde, que terá à frente um grupo de especialistas liderado pelo diretor-geral do Hospital Sírio-Libanês, Paulo Chapchap.

A finalidade é melhorar a informação em relação aos leitos públicos, a quantidade de Equipamentos de Proteção Individual, números de casos e, assim, garantir a melhor tomada de decisões, com foco na organização de hospitais. “Com isso, veremos o que precisamos de mais urgente em relação a EPI’s, respiradores e Recursos humanos, considerando apoio dessa iniciativa para sanar algumas dessas possíveis pendências”, reforça Resende.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo