Câmara Municipal

Vacina é esperança e não deve ser politizada, diz vereador Otávio Trad

O projeto de lei 9.921/21, de autoria do Executivo, foi aprovado por unanimidade na sessão extraordinária desta quarta-feira

Durante a sessão extraordinária da Câmara Municipal de Campo Grande, desta quarta-feira (13), na qual os vereadores aprovaram Projeto de Lei 9.921/21, de autoria do Executivo, que autoriza a Prefeitura a comprar vacinas contra a Covid-19, o vereador Otávio Trad (PSD) destacou que a vacina é uma esperança e não deve ser politizada.

“Ao olhar um pouco para a história vemos que a vacina sempre foi um ato de esperança para a humanidade e hoje, aqui, não é diferente”, apontou. “Estamos, através desta aprovação, dando a oportunidade para que Campo Grande tenha uma outra vertente para adquirir a vacina que não seja apenas o Governo Federal, chega de politizar o tema”, disse.

Como presidente provisório da Comissão Permanente de Legislação, Justiça e Redação Final, Otávio apontou que o PL tem prerrogativa na medida provisória 1.026, editada no dia 6 de janeiro de 2021. “Este ato federal impõe várias implicações como a dispensa de licitação, principalmente para o uso emergencial da vacina pelos estados e municípios”, explicou.

Conforme o texto da proposta, fica autorizado a aquisição de vacinas aprovadas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e não fornecidas pelo Programa Nacional de Imunizações. O objetivo é garantir a cobertura total de toda a população campo-grandense.

O vereador ainda destacou a importância da aprovação. “Depois de um ano difícil, não apenas do ponto de vista da saúde, mas da economia e da educação, depois de várias discussões nesta Casa de Leis sobre medidas restritivas e flexibilização, hoje, estamos damos um passo para que Campo Grande recomece e se recomponha através da saúde pública e da economia”, completou.

#PraCegoVer: Fotografia. Vereador Otávio Trad, visto da cabeça até a cintura, de máscara azul e branca, camisa azul-claro, gravata cinza e terno preto. Está segundo o projeto de lei do Executivo com as duas mãos enquanto fala ao microfone do plenário da Câmara. Fim da descrição.

Fernanda Palheta 

Assessoria de Imprensa do Vereador

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo