Publicidade
Publicidade
Campo Grande - MS - 19/07/2019 - 8:30 AM

Campo Grande

SHORT SAIA, REGATA E CALÇA LEGGING DÃO NOVA CARA AO UNIFORME DA REME

 

Os alunos da Rede Municipal de Ensino (Reme) já estão apreciando o novo uniforme escolar, com cinco novos itens. Mochila, short saia, camiseta regata, calça legging e mais um modelo de jaqueta estão somam-se agora aos modelos entregues em 2017.

A Secretaria Municipal de Educação já recebeu os novos itens, que começam a ser entregues aos alunos, após distribuição do saldo de uniformes referente ao ano passado.

O prefeito Marquinhos Trad acompanhou a chegada e fez conferência da carga. “Até o momento, já entregamos mais de 50 mil peças, com as demais que já foram entregues no início do ano. Nossa expectativa é de que até o final de março todas as unidades escolares já terão recebido os uniformes da prefeitura”, afirmou.

A secretária de Educação, Elza Fernandes, explica que neste ano foram adquiridas 103.400 peças, já contando com a reserva e o objetivo é fazer uma entrega ágil, deixando apenas os uniformes de inverno para o mês de abril.

Os materiais

A mochila será entregue aos alunos do berçário, creche e pré-escola. O short saia, também aos alunos da creche e pré-escola. Já a camiseta regata vai contemplar as séries iniciais, do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental e a calça legging capri, que será disponibilizada a alunas das séries iniciais.

Além dos artigos novos, os alunos do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental receberão este ano camiseta de manga curta, bermuda para os meninos, meias, um par de tênis e jaqueta com capuz.

As meias antiderrapantes, que já foram entregues em 2017 para as turmas do berçário, permanecem este ano, oferecendo maior segurança. Os bebês também receberão camiseta manga curta, bermuda, agasalho, calça e tênis, itens já entregues ano passado.

Já os alunos da creche e pré-escola ainda ganharão camiseta manga curta, bermuda, jaqueta, calça, meias e tênis, como já foi entregue em 2017. Os alunos do 6º ao 9º ano e da EJA (Educação de Jovens e Adultos) receberão duas camisetas cada, já que nestas séries foi constatado que preferem utilizar roupas próprias.

CENTRO DE CASTRAÇÃO É INAUGURADO COM CAPACIDADE PARA 600 CIRURGIAS POR MÊS

Prefeito Marquinhos Trad em visita ao novo centro cirúrgico do CCZ.

(Foto: Geronimo Interlandi/PMCG).

Foi inaugurado na manhã desta segunda-feira (19), o Centro de Castração de Cães e Gatos Sueli Craveiro de Sá, anexo ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).  Mais moderno, com uma nova sala e totalmente reformulado, o centro cirúrgico teve a capacidade de atendimento ampliada de 400 para 600 cirurgias por mês. Saiba mais…

RESULTADO FINAL DO CONCURSO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE É DIVULGADO

O resultado final do 4º concurso de provas e títulos para o quadro permanente de pessoal da Câmara Municipal de Campo Grande foi publicado nesta segunda-feira (19), no Diário do Legislativo.

FAÇA O DOWNLOAD AQUI DA EDIÇÃO DO DIÁRIO DO LEGISLATIVO

No concurso foram disponibilizadas 49 vagas para Nível Superior e 21 vagas para Nível Médio Completo, totalizando 70 vagas para 12 cargos. No total foram inscritos 18.022 candidatos. As provas foram aplicadas em dezembro de 2017, nos períodos matutino e vespertino, e conteve 27% de abstenção, sendo 1.994 ausentes no período matutino e outros 2.824 ausentes no período vespertino. 

Os cargos oferecidos são para assistente administrativo, técnico em informática, técnico em segurança do trabalho, técnico legislativo, redator, tradutor de libras, técnico administrativo, jornalista, publicitário, analista de sistema, contador e analista de controle interno.

Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

ALUNOS DA REME LEVAM TRABALHO PREMIADO PARA FEIRA DE CIÊNCIAS EM SÃO PAULO

Um projeto desenvolvido por alunos da Escola Municipal Lenita Nachif e que visa auxiliar no combate à dengue, está sendo apresentado esta semana na Feira de Ciências e Engenharia (Febrace), da Universidade de São Paulo (USP). Saiba mais…

ENTIDADES ASSISTENCIAIS E DE SAÚDE SÃO BENEFICIADAS COM REPASSE DE R$ 2,3 MILHÕES

Instituições que prestam serviço assistencial e de atendimento de saúde à população campo-grandense estão sendo beneficiadas com aproximadamente R$ 2,3 milhões, provenientes do Fundo Municipal de Investimentos Sociais (FMIS), repassados por meio de emendas parlamentares. A assinatura das emendas aconteceu na manhã desta sexta-feira (16), no plenário da Câmara Municipal, e contou com a presença do prefeito Marquinhos Trad, do secretário de Saúde, Marcelo Vilela, vereadores e representantes das instituições.

Os recursos são destinados para compras de material de consumo ou permanentes, não podendo ser usados para compra de alimentos ou aplicados no pagamento do quadro de pessoal da instituição.  Em 2017, cada parlamentar pôde destinar até R$ 80 mil para as instituições.

Durante a solenidade, o prefeito Marquinhos Trad destacou a importância do trabalho prestado pelas instituições na assistência da comunidade e lembrou que, por conta das novas regras do Marco Regulatório, que determina os critérios necessários para repasses de recursos públicos para entidades sociais e sem fins lucrativos, foi preciso uma organização ainda maior para se adequar e, consequentemente, evitar entraves quanto à disponibilização destes recursos.

“Quando o executivo tem credibilidade o legislativo se sente seguro para andarmos juntos e, neste processo, é preciso também que as entidades estejam organizadas, porque não depende somente da nossa boa vontade. E preciso atender essas exigências da lei que não é do município nem do o estado e sim federal. Portanto, nós parabenizamos todas as entidades que conseguiram se adequar e estão formalizando o recebimento destes recursos que serão muito bem aproveitados”, complementou.

O presidente da Câmara Municipal, vereador João Rocha, reforçou a importância da formalização do repasse e o esforço conjunto entre os poderes Executivo e Legislativo no atendimento às instituições que prestam um importante serviço para a sociedade.

“Eu, enquanto presidente dessa Casa de Leis e em nome dos demais vereadores, digo que estou orgulho de estar participando deste momento,onde vemos a concretização de uma vontade política derivadas da união da prefeitura com a câmara e que beneficia direta e indiretamente milhares de cidadãos campo-grandenses, através do brilhante trabalho prestado por essas instituições.Talvez não seja o suficiente para suprir todas as necessidades, mas sabemos que serão bem utilizadas, com a seriedade e trabalho de todos”, disse.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, reforça que o momento simboliza o empenho da gestão em dar transparência e mostrar a legalidade das ações e, consequentemente, reforça o compromisso com as instituições que se dedicam ao assistencialismo.

“Nós trabalhamos arduamente ao longo do ano passado para que o maior número de instituições pudessem ser contempladas. Demos todo o suporte necessário e hoje é a concretização de todo nosso empenho”, diz.

Em 2017, foram realizados 127 processos para destinação, sendo que 44 instituições foram inscritas e 40 atenderam as exigências do Marco Regulatório e estas devem receber o montante de R$ 1,847 milhão. 15 unidades da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) também serão contempladas com R$ 388 mil.

95% dos repasses às instituições já foram destinados mais de. Apenas quatro ainda precisam apresentar a documentação correta para liberação do recurso.

Beneficiados

Josefa Rosa de Andrade Araújo, presidente do Lar Vovó Miloca. (Foto: Marlon Ganassin/PMCG)

O Lar Vovó Miloca, que atende crianças vitimas de violência doméstica ou em estado de vulnerabilidade social, é uma das 40 instituições beneficiadas. A entidade recebeu R$20 mil.

“Estamos muito contentes, pois este recurso será muito importante para que a gente possa melhorar a estrutura da nossa unidade e atender as crianças com mais qualidade”, disse a presidente da entidade, Josefa Rosa de Andrade Araújo.

O Ásilo São João Bosco, no bairro Tiradentes, foi beneficiado com recurso de quatro emendas, que somam o montante de R$ 58 mil, que serão utilizados na compra de materiais, insumos e equipamentos.

“Nós atendemos hoje 73 idosos e toda e qualquer ajuda é de extrema importância. Esse recurso vem em boa hora, pois vai assegurar que nossos usuários não fiquem desassistidos”, diz o presidente da instituição, Gercinio José dos Anjos.

SANCIONADA LEI DE VIDEOMONITORAMENTO EM PRÉDIOS PÚBLICOS, PROPOSTA POR SALINEIRO

Foi sancionada nesta quinta-feira (15) lei para instalação de videomonitoramento em prédios e espaços públicos de Campo Grande. Conforme o projeto, apresentado pelo vereador André Salineiro, as gravações obtidas devem ficar armazenadas de 30 a 90 dias, nos arquivos do município.

Segundo o vereador, o objetivo é aprimorar a segurança pública, fazendo com que fique mais fácil e rápido flagrar furtos e diversos outros crimes nesses locais, já que o efetivo da Guarda Civil Municipal atualmente não dá conta de cobrir todos os prédios públicos. “Com as câmeras, que poderão ser ligadas à Central de Monitoramento de Campo Grande, os guardas ficarão mais disponíveis para atuarem em rondas e terão mais facilidade para fazer flagrantes. O que precisamos é pegar os criminosos que costumam atuar nesses prédios e espaços, em especial à noite”, comentou o vereador.

Segundo Salineiro, além de aperfeiçoar a segurança, a instalação de videomonitoramento pode gerar economia aos cofres públicos, pois o gasto deve ser menor do que com a remuneração de guardas e agentes patrimoniais. “Como não há guardas suficientes e não se pode contratar mais, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) recentemente convocou 150 agentes de patrimônio para ficarem nas escolas e Centros de Educação Infantil (Ceinfs). Isso não será necessário com o videomonitoramento, além do que não é o ideal, pois os agentes não são qualificados como são os guardas”, explicou.

FOTO: Izaías Mederios/CMCG        Assessoria:  Caroline Maldonado

ALTOS DA AVENIDA AFONSO PENA SERÁ PALCO DE POESIA NO PRÓXIMO DOMINGO

Com o apoio e parceria da Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), a Associação Internacional de Poetas realiza neste domingo (18) o evento “Poesia, Sempre Poesia”, nos altos da Avenida Afonso Pena, no espaço onde acontece a Cidade do Natal.

O local será transformado em um palco ao ar livre onde artistas plásticos, poetas, grupos de dança, mostrarão o seu trabalho. Também será montado no local um estande da Editora Life. Saiba mais…

CONSELHO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO É REATIVADO APÓS SETE ANOS

Criado através da Lei nº 4.404, de 6 de setembro de 2006, o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação – CMCTI, órgão colegiado de caráter consultivo e de assessoramento ao Poder Executivo, deu posse nesta quinta-feira (15) aos novos membros titulares e suplentes. O ato foi assinado pelo prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad.

Foto: Marlon Ganassin

O CMCTI é composto por 15 membros titulares e igual número de suplentes, sendo 7 representantes de órgãos governamentais (indicados pelo prefeito) e 8 de instituições não-governamentais (indicados pelos segmentos). O mandato será para o período de 2 de março de 2018 a 2 de março de 2020, conforme Decreto “PE” nº 413, de 1º de março de 2018, publicado no Diário Oficial de Campo Grande – Diogrande. Saiba mais…

PACIENTES EM TRATAMENTO NAS UNIDADES DE SAÚDE MENTAL PASSAM A RECEBER QUATRO REFEIÇÕES DIÁRIAS

As unidades da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) de Campo Grande começaram a receber mantimentos que vão assegurar a oferta de quatro refeições diárias para os pacientes em tratamento. Há pelo menos quatro anos, a alimentação nestes locais estava restrita somente ao almoço e jantar e a partir de agora serão servidos também o café da manhã e o lanche da tarde. Saiba mais…

CARTÃO DO SUS JÁ PODE SER EMITIDO E ATUALIZADO NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

A população de Campo Grande pode emitir e atualizar os dados do Cartão SUS em todas as unidades básicas de saúde (UBS) ou de saúde da família (UBSF). Anteriormente, o serviço era oferecido em um único local e com descentralização ocorrida no início de fevereiro deste ano, facilitou o acesso do usuário ao Sistema Único de Saúde.

A descentralização do serviço de atualização e emissão do Cartão SUS proporciona o vínculo do paciente com a equipe da UBS/UBSF mais próxima, além de fortalecer a estrutura da área de abrangência da unidade, envolvendo médicos, enfermeiros, técnicos, administrativos, agentes comunitários e outros profissionais.

Os dados do paciente no Cartão SUS precisam estar atualizados, pois com estas informações é que o Sistema de Regulação (SISREG) entra em contato com o paciente para informar o agendamento de consultas com especialistas, realização de exames e outros procedimentos.

O Cartão SUS também é exigido nas empresas ao contratar um novo funcionário, em escolas públicas e privadas, planos de saúde e convênios médicos, ao emitir passaporte, Carteira de Trabalho e para beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família, além de ser obrigatório ao tomar posse em concurso público.

O paciente que precisa emitir ou atualizar o Cartão SUS ele deve procurar a UBS/UBSF mais próxima da residência, portando a Carteira de Identidade (RG), CPF e um comprovante de residência, sendo que este último pode ser substituído pela Carteira de Trabalho com registro atualizado de emprego em Campo Grande ou comprovante de exame admissional, comprovante de matrícula em escola municipal, estadual ou privada, informe de dados do Número de Identificação Social (NIS) e ficha de cadastro junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) – no caso de aposentados.

Os casos complexos, como população com restrição de liberdade, moradores de áreas ocupadas ou invadidas, pacientes internados sem dados cadastrais ou incompletos e de estrangeiros, continua com o atendimento no Complexo Regulador – prédio em frente da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) de Campo Grande.

O responsável pelo Cartão SUS em Campo Grande, Flávio Kenzo Miyashiro, garante que a descentralização beneficia o paciente. “Com a descentralização, além de fortalecer o vínculo com a unidade de saúde, o paciente pode fazer isso na UBS ou UBSF próximo da casa dele.”

Para emitir ou atualizar do dados o usuário de saúde deve procurar a unidade mais próxima e verificar a disponibilidade para a realização do procedimento que pode ser realizado de forma espontânea ou agendada, dependendo do fluxo de cada local. “Estamos trabalhando para incentivar as UBS e UBSF para que este procedimento ocorra de segunda a sexta-feira e não somente em dias programados”, explica Kenzo.